F1: Russell se manifesta sobre rumores de Verstappen na Mercedes

Britânico acredita que toda equipe quer contar com o tricampeão mundial no time

O pole man Max Verstappen, da Red Bull Racing, e George Russell, da Mercedes-AMG, na coletiva de imprensa após a classificação

Dom Romney / Motorsport Images

George Russell alega que qualquer equipe de Fórmula 1 deve "100%" aproveitar a chance de contratar Max Verstappen, com o tricampeão mundial sendo ligado à Mercedes em meio à turbulência da Red Bull.

Leia também:

Uma investigação independente acabou inocentando o diretor da equipe de Milton Keynes, Christian Horner, de qualquer irregularidade depois que uma funcionária fez alegações  de mal comportamento contra ele.

No entanto, o subsequente e suposto vazamento de supostas provas e com Jos Verstappen afirmando que a equipe "explodirá" se Horner permanecer, levou muitos a acreditar que a Red Bull enfrenta uma escolha entre manter seu chefe de F1 e seu piloto estrela.

Se Verstappen fosse embora, com a Ferrari tendo se comprometido com Charles Leclerc e Lewis Hamilton para 2025, a Mercedes seria seu destino mais provável - vale destacar que o Verstappen pai se reuniu com o chefe das Flechas de Prata, Toto Wolff, durante o fim de semana do GP do Bahrein.

Russell acredita que qualquer equipe de F1 deveria aproveitar a oportunidade de contratar o atual tricampeão Verstappen. O britânico disse: "Acho que qualquer equipe quer ter a melhor formação de pilotos possível. No momento, Max é o melhor piloto do grid, portanto, se qualquer equipe tivesse a chance de contratar Max, ela a aproveitaria 100%."

"Acho que a questão está mais do outro lado, mais do lado dele e do lado da Red Bull. Obviamente, há muita coisa acontecendo. Não sabemos o que realmente está acontecendo a portas fechadas e, em última análise, não é da nossa conta agora. Vai ser emocionante."

Race winner Max Verstappen, Red Bull Racing

Max Verstappen, vencedor da corrida, Red Bull Racing

Foto de: Red Bull Content Pool

Russell e Verstappen já passaram por alguns momentos de conflito em seu relacionamento competitivo, com o piloto da Red Bull chamando seu rival de "idiota" após a colisão na primeira volta da corrida sprint do Azerbaijão na temporada passada.

Mas Russell está confiante de que pode enfrentar quem quer que ocupe o lugar vago na Mercedes, quando Hamilton se despedir da equipe no final da atual campanha. "Esta é minha terceira temporada ao lado de Lewis, o maior piloto de todos os tempos", disse Russell.

"Sinto que fiz um trabalho muito bom ao lado dele. Portanto, quem quer que esteja ao meu lado no ano que vem ou nos próximos anos, eu dou as boas-vindas a qualquer um, dou as boas-vindas ao desafio. Você sempre quer enfrentar os melhores. Mas, no final das contas, eu só quero me concentrar em mim mesmo. Acredito em mim mesmo; acredito que posso vencer qualquer um no grid. Você só precisa ter essa mentalidade. Tendo Lewis como referência nos últimos anos, ele tem sido uma referência muito boa."

Motorsport Business #11 – Ivo Jucá, da EZZE Seguros, explica como chegou à Stock após Corinthians

Podcast #272 – Qual papel de Verstappen na crise da Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior "Variante interessante", diz Marko sobre ida de Verstappen à Mercedes; leia entrevista bizarra de Helmut sobre Red Bull
Próximo artigo F1: Ricciardo atualiza 'climão' na RB após detonar Tsunoda no Bahrein

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil