F1: Steiner elogia recente desempenho de Mazepin e pede atenção a Mick

Chefe da Haas diz que russo melhorou nas últimas corridas e que alemão precisa consertar erros

F1: Steiner elogia recente desempenho de Mazepin e pede atenção a Mick

Gunther Steiner disse que os acidentes da Haas estão se tornando "muito frequentes e pesados" após outra colisão envolvendo Mick Schumacher no TL3 para o GP da Hungria de Fórmula 1. O alemão bateu fortemente na Curva 11 em Hungaroring e deixou seu carro com danos significativos que o fizeram não participar da qualificação.

Foi a segunda vez que o jovem piloto ficou de fora do treino classificatório este ano. A primeira foi depois de um acidente em Mônaco, no final de maio. Em compensação, seu companheiro Nikita Mazepin completou mais um sábado sem problemas.

Leia também:

O chefe da equipe americana disse que sempre deve haver algum "plano" para os erros dos pilotos novatos, e sentiu que a escuderia "chegou a um ponto" em que teria que minimizar os acidentes pelo resto da temporada devido ao impacto financeiro .

"Mick teve grandes corridas nas últimas cinco etapas", disse Steiner. "Se você der rodar ou algo assim, acontece, mas esses acidentes são muito pesados. É muito dinheiro sem um bom motivo. Então nós temos que trabalhar nisso. Obviamente, você precisar cumprir o orçamento e devemos ter ideias de como contornar."

"No momento, obviamente sentimos, mas ainda podemos lidar. Em breve estaremos em uma posição precisaremos encontrar novas maneiras de superar as batidas, porque estão ficando um pouco frequentes e pesados."

Damage to the car of Mick Schumacher, Haas VF-21

Damage to the car of Mick Schumacher, Haas VF-21

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

O companheiro de equipe de Schumacher, Nikita Mazepin, teve alguns incidentes no início do ano, mas Gunther passou a dar crédito ao russo por não cometer erros nas últimas corridas.

“Tivemos muitas falhas, esse é o problema", disse o chefe. "Na verdade, em defesa de Nikita, não devo usar o plural, porque ele vem se comportando muito bem, e Mick teve alguns alguns acidentes apenas nas provas recentes, que precisamos consertar."

Steiner sentiu que precisava explicar o custo-benefício ao perseguir o tempo ideal de volta, particularmente em uma sessão de treinos que não afeta o resultado final da qualificação.

“Do nosso lado, só temos que fazer planos para gastar nosso dinheiro”, comentou. “Nós sabemos do carro, mas para lidar com os pilotos, é principalmente talvez sentar e explicar o quadro geral novamente, que às vezes você precisa arriscar se houver oportunidade."

“Se não, nunca corro riscos pessoalmente, porque não há nada a ganhar. Acho que, no momento, sabíamos que estávamos nessa situação, especialmente no TL3, onde não devemos correr esse risco."

F1 2021: Hamilton SOBRA contra Verstappen e é pole em quali POLÊMICO na Hungria; veja debate | Q4

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: O "pós-guerra" na Hungria: tudo sobre o GP em Budapeste com Rico Penteado

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Wolff chama vaias a Hamilton de "arcaicas" e condena atitude
Artigo anterior

F1: Wolff chama vaias a Hamilton de "arcaicas" e condena atitude

Próximo artigo

F1: Verstappen recebe novo motor da Honda antes de corrida na Hungria

F1: Verstappen recebe novo motor da Honda antes de corrida na Hungria
Carregar comentários