F1: Tsunoda tem dúvidas sobre assumir papel de líder na AlphaTauri após saída de Gasly

Piloto japonês acredita que ainda tem muito a aprender com trabalho de Gasly, que pode ir para a Alpine no próximo ano

Yuki Tsunoda, AlphaTauri AT03

Com Pierre Gasly próximo de ir para a Alpine na temporada 2023 da Fórmula 1, cairia no colo de Yuki Tsunoda a responsabilidade de liderar a AlphaTauri por ser o piloto mais experiente, dependendo de sua renovação. Mas o piloto japonês acha que seria difícil assumir imediatamente o papel de líder, que hoje é bem executado pelo francês.

No momento, Red Bull e Alpine negociam os termos de liberação de Gasly de seu contrato, já que ele está garantido com a AlphaTauri para 2023, mas sua saída parece depender da liberação de uma superlicença para Colton Herta.

Leia também:

Caso Tsunoda renove e Herta seja de fato contratado, o japonês entraria como no próximo ano como o piloto mais experiente do time. Questionado pelo Motorsport.com se ele se sente capaz de liderar a equipe, respondeu: "Bem, será difícil".

"Pierre sempre dá bons feedbacks, mesmo quando a equipe está sofrendo. Eu aprendi muito com ele. Não acho que conseguirei entregar esse feedback logo de cara. Mas no momento estou aprendendo o máximo possível com ele".

"Mas ainda há muito para aprender. No momento estamos vivendo a mesma situação, desenvolver o carro o máximo possível em busca de um ritmo mais consistente nas corridas".

Yuki Tsunoda, Scuderia AlphaTauri

Yuki Tsunoda, Scuderia AlphaTauri

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Franz Tost, chefe da equipe, não entrou em detalhes quando questionado sobre o futuro de Tsunoda durante o GP da Holanda, afirmando que a dupla de 2023 seriam Gasly e Tsunoda "no momento". Mas seguiu dizendo que a Red Bull ainda precisa confirmar a permanência do japonês.

Tsunoda está sem pontuar desde o GP da Espanha em maio, mas viu algumas oportunidades escaparem pelos dedos por problemas de confiabilidade ou azar. Enquanto há indicações sobre sua permanência, o piloto disse em Spa que a renovação depende de "coisas nos bastidores", e que tudo que pode fazer é "focar em si próprio e buscar resultados".

PODCAST #194 - Qual será o futuro de Felipe Drugovich?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Mercedes admite que ainda terá corridas “muito difíceis” em 2022
Próximo artigo TELEMETRIA: Rico Penteado explica se Ferrari fará festa ou passará vergonha em casa

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil