F1: Verstappen e Hamilton destrincham trabalho de suas equipes em reta final do campeonato

Mercedes deve ter vantagem em Austin e Red Bull é favorita no México, mas pilotos evitam falar em qualquer superioridade antes do GP dos Estados Unidos

F1: Verstappen e Hamilton destrincham trabalho de suas equipes em reta final do campeonato

Com seis corridas restantes e apenas seis pontos separando-os, Max Verstappen e Lewis Hamilton estão se preparando para a disputa pelo título da Fórmula 1 mais equilibrada da história recente. O holandês voltou à liderança do campeonato de pilotos na Turquia há duas semanas, com seis pontos de vantagem sobre o britânico e seis corridas restantes na temporada.

O piloto da Red Bull chegou a estar 32 tentos à frente após o GP da Áustria em julho, mas desde então viu a lacuna mudar constantemente, com trocas na ponta da classificação e também no mundial de construtores.

Leia também:

A equipe austríaca venceu oito das nove corridas entre Mônaco e Zandvoort, mas não conseguiu um triunfo desde que a Mercedes pareceu construir uma vantagem de ritmo nas últimas provas.

Ambos os pilotos também foram forçados a cumprir penalidades por troca de motor naquele tempo e escalar no pelotão. Verstappen largou em último na Rússia e se recuperou para o segundo posto, garantindo que o ganho de Hamilton fosse de apenas oito pontos.

Já o heptacampeão limitou o rival a uma vantagem de sete pontos na Turquia ao terminar em quinto após uma punição que o fez começar da 11ª colocação.

A natureza enfática da vitória da Mercedes na Turquia, conquistada por Valtteri Bottas, fez Verstappen considerar bons os resultados de Istambul. Segundo o holandês, a Mercedes deu um passo à frente para acelerar o ritmo, mas enfatizou que a Red Bull só poderia se concentrar em suas próprias exibições antes das corridas finais.

"Não estou preocupado, porque não há nada que possa fazer a respeito", disse ele. "Só temos que focar no nosso lado, existem algumas coisas que podemos fazer melhor. Também aprendemos muito na Turquia."

"Tentaremos evoluir com nosso pacote e buscaremos encontrar um pouco mais de desempenho", acrescentou.

A forma de ambas as escuderias deve oscilar durante o desfecho da temporada. O GP dos Estados Unidos neste fim de semana no Circuito das Américas deve ser vantajoso à Mercedes, que perdeu apenas uma vez na pista desde 2014.

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W10, wins his sixth world championship

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W10, wins his sixth world championship

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Os requisitos de baixo downforce do México têm tradicionalmente a favor da Red Bull, enquanto há pontos de interrogação sobre as corridas do Catar e da Arábia Saudita, novas adições ao calendário.

"É importante vencer todas as provas de alguma forma ou maximizar nossos pontos, esse é nosso objetivo nas próximas seis etapas", disse Hamilton. "Vai ser incrivelmente difícil e haverá momentos em que poderemos superá-los. Não gosto de presumir que o México não será bom [para a Mercedes], mas eles geralmente são muito fortes lá."

"Muito pode acontecer nos próximos seis GPs, então acho que podemos simplesmente fazer uma corrida de cada vez e dar tudo o que temos."

Os companheiros de equipe de Hamilton e Verstappen também parecem ter um papel importante nos estágios finais da temporada. Bottas conquistou sua primeira vitória do ano na Turquia com um desempenho dominante, no qual nunca pareceu ameaçado. O chefe da Mercedes Toto Wolff disse que isso provou o "papel vital" do finlandês nas lutas pelos títulos de piloto e construtores, que limitou o ganho de Verstappen.

Por mais confortável que seu triunfo possa ter sido em Istambul, Valtteri não sentiu que a escuderia alemã havia dado grandes passos à frente nos últimos tempos, observando que o desenvolvimento do carro W12 havia parado há muito tempo.

"Tem sido um veículo bem parecido nas provas", disse Bottas. "Acho que depende muito do traçado, e sempre aprendemos mais sobre o pacote. Ainda é uma margem pequena, não é como se estivéssemos quilômetros à frente de alguém. Portanto, precisamos ter isso em mente."

Valtteri Bottas, Mercedes

Valtteri Bottas, Mercedes

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Na Red Bull, Sergio Pérez também mostrou na Turquia a influência que pode desempenhar na batalha pelo título, vencendo um duelo roda a roda contra Hamilton que interrompeu a recuperação do piloto. O mexicano terminou em terceiro, marcando mais um pódio em 2021.

"Vejo que estou competindo pela minha equipe e Max faz parte dela. Todos queremos que ele seja campeão porque isso nos beneficia", comentou. "Estamos dando tudo de nós como time. Todos me apoiam. Se eu for bem, significa que a escuderia indo bem, e o mesmo com Verstappen."

"Estamos em uma batalha muito acirrada pelos campeonatos de construtores e pilotos. No final do dia, tudo vai se encaixar, e isso fará a diferença para ver o quão bem sucedida foi a nossa temporada."

Max também está em um novo território ao lutar pelo título, mas Pérez não sentiu grandes mudanças na abordagem ou atitude de seu companheiro de equipe: "Ele está bem relaxado e focando corrida a corrida. Acho que sabe que tudo pode acontecer em cada fim de semana."

"É uma abordagem semelhante para a equipe. Estamos nessa disputa, trabalhando prova após prova e queremos maximizar todas as oportunidades."

Em Austin, isso pode ser difícil se a recente forma - tanto neste ano quanto na pista em si - for algo a se levar em consideração, com Bottas esperando manter o ímpeto da Mercedes.

"Esse é obviamente o objetivo, seguir com o bom funcionamento", disse o finlandês. "De momento, sinto-me confiante com o carro e penso que as últimas três corridas mostraram isso. Portanto, não vejo razão para não ser capaz de continuar na boa forma."

F1 AO VIVO: Verstappen PISTOLA, RECADO de Pérez, CÁLCULO de Hamilton, PUNIÇÃO a Vettel e tudo do GP

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #139 – Qual o campeonato da F1 mais emocionante do século?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Norris se diz feliz em influenciar jovens fãs após resultado de pesquisa
Artigo anterior

F1: Norris se diz feliz em influenciar jovens fãs após resultado de pesquisa

Próximo artigo

F1 AO VIVO: Acompanhe o primeiro treino livre para o GP dos Estados Unidos em Tempo Real

F1 AO VIVO: Acompanhe o primeiro treino livre para o GP dos Estados Unidos em Tempo Real
Carregar comentários