F1: Verstappen não crê que Red Bull brigue com Mercedes de igual para igual em Monza

Holandês não está certo de que ganhos de desempenho da Red Bull serão suficientes para superar Lewis Hamilton, além de quase descartar troca de motor na Itália

F1: Verstappen não crê que Red Bull brigue com Mercedes de igual para igual em Monza

Max Verstappen não tem certeza de que os ganhos de desempenho da Red Bull com a Mercedes este ano serão "suficientes para combatê-los" em Monza, enquanto as batalhas pelo título de Fórmula 1 continuam.

Verstappen voltou à liderança do campeonato de pilotos no último domingo, ao vencer o GP da Holanda em Zandvoort, ficando três pontos à frente do rival da Mercedes, Lewis Hamilton.

Leia também:

A Red Bull está a apenas 12 pontos atrás da Mercedes, no topo da classificação de construtores, dando-lhe uma chance de encerrar sua seca de títulos que remonta a 2013.

Monza tem sido favorável à Mercedes ao longo dos anos, graças à unidade de potência dominante da equipe e ao desempenho em retas na era dos híbridos. Embora não tenha vencido em Monza em 2019 ou 2020, venceu todos os anos de 2014 a 2018.

Em contraste, a Red Bull tradicionalmente tem dificuldades em Monza, embora a equipe pareça ter feito grandes melhorias em seu desempenho em 2021.

Verstappen disse que a Red Bull certamente seria mais competitiva em Monza este ano do que nas temporadas anteriores, mas não tinha certeza de que ela ofereceria o suficiente para lutar contra a Mercedes.

"Com certeza, em comparação com os anos anteriores [está mais competitivo], mas não tenho certeza se será o suficiente para lutar contra eles", disse Verstappen.

"No entanto, este fim de semana de novo, com classificação sprint e outras coisas, vai ser muito diferente.”

“Só espero que tenhamos feito nosso dever de casa antes de chegar aqui e possamos ser muito competitivos. É um pouco difícil dizer onde estaremos.”

"Definitivamente, não espero que seja como Zandvoort."

Verstappen entrou na segunda metade da temporada de 2021 preparado para sofrer uma queda no grid, depois de perder uma de suas três unidades de potência devido aos danos causados por batidas.

Isso significa que o holandês vai perder pelo menos 10 lugares no grid em uma das corridas restantes, potencialmente impactando a luta pelo título contra Hamilton.

A Red Bull normalmente optou por Monza como um bom lugar para ter penalidades de motor no passado, graças às suas longas retas que permitem muitas ultrapassagens e recuperações.

Mas Verstappen disse que não há planos atualmente de marcar uma penalidade neste fim de semana devido à disputa pelo título e ao acréscimo da qualificação de sprint, oferecendo três pontos de bônus para o vencedor do sábado.

"Ainda não decidimos para onde levar isso", disse Verstappen. "Acho que esse motor ainda é muito novo. Então, veremos. Definitivamente, não é o plano de levá-lo aqui."

F1 2021: Mercedes FAVORITA na Itália? Rico Penteado explica chance de Hamilton voltar a ser LÍDER | TELEMETRIA

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST - Bottas: piloto que deixou a desejar ou talento 'sacrificado'?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

compartilhar
comentários
F1: Hulkenberg não vê chances de retorno à categoria em 2022
Artigo anterior

F1: Hulkenberg não vê chances de retorno à categoria em 2022

Próximo artigo

F1: Pérez confiante que brigará pelo pódio no GP da Itália

F1: Pérez confiante que brigará pelo pódio no GP da Itália
Carregar comentários