F1: Verstappen recebe alta do hospital após acidente com Hamilton

Holandês agradeceu as mensagens de apoio em publicação nas redes sociais

F1: Verstappen recebe alta do hospital após acidente com Hamilton

O líder da Fórmula 1, Max Verstappen, informou em suas redes sociais no início da noite deste domingo (18) que recebeu alta do hospital após a realização de exames devido ao acidente sofrido após o toque com Lewis Hamilton no GP da Grã-Bretanha.

Verstappen e Hamilton protagonizavam uma intensa disputa na primeira volta do GP, e se tocaram na curva Copse, de alta velocidade, e o holandês foi com tudo na barreira de pneus, abandonando a corrida.

Leia também:

"Liberado do hospital após todos os exames saírem ok. Muito obrigado a todos pelas boas mensagens e desejos de melhora", escreveu Verstappen em sua conta oficial no Twitter junto de uma foto com seu pai, o ex-piloto Jos Verstappen.

 

Pouco após o acidente, a Red Bull informou através de seu Twitter que Verstappen saiu do carro consciente e foi encaminhado ao centro médico do circuito de Silverstone para exames após o incidente com Hamilton no GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1, sendo encaminhado ao hospital local para mais checagens.

A última vez que o piloto havia passado por uma batida de grande impacto como a de hoje havia sido no etapa de Mônaco em 2015, quando, ainda pela Toro Rosso, bateu de frente na Sainte Devote.

"Max está bem, acho que no hospital Nuneaton", informou mais cedo neste domingo o chefe da RBR Christian Horner. "Ele passou por todas as verificações de precaução. Reteve a consciência o tempo todo, mas está machucado. É o maior acidente de sua carreira, de 51 G, então estou grato por não ter sido pior."

Sobre a punição de dez segundos dada a Hamilton, ele foi claro: "Colocar outro piloto no hospital, quebrar o carro, receber penalidades leves, mas ainda assim ganhar o GP, não parece uma grande penalidade."

"Eu acho que a coisa decepcionante para mim é que parecia um movimento desesperado de um sete vezes campeão do mundo. Ele tinha perdido a largada e começou a disputar com Max. Colocar uma roda por dentro na Copse, uma das curvas mais rápidas deste mundial a 290 km/h, trará apenas uma consequência como essa", criticou Horner.

O resultado não mudou as posições no mundial, mas reduziu a diferença do heptacampeão a Verstappen para oito pontos e a vantagem da Red Bull para a Mercedes caiu para apenas quatro.

"Ainda lideramos os dois campeonatos, mas com uma lacuna muito reduzida", disse o chefe da equipe austríaca. "Foi muito frustrante depois de um dia tão forte ontem e acho que isso provavelmente contribuiu para o desespero de Lewis. Tendo perdido a sprint, ele estava bastante nervoso, provavelmente por isso ele tentou passar."

F1 2021: TENSÃO após BATIDA de HAMILTON e VERSTAPPEN em SILVERSTONE! Tudo sobre o GP! | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #119 - TELEMETRIA: Qual é o impacto da 'Sprint' na F1? Rico Penteado responde

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Wolff defende Hamilton após acidente com Verstappen: "É preciso dois para dançar o tango"

Artigo anterior

F1: Wolff defende Hamilton após acidente com Verstappen: "É preciso dois para dançar o tango"

Próximo artigo

F1: Hamilton pede equilíbrio a Verstappen em disputas e comenta declarações da Red Bull

F1: Hamilton pede equilíbrio a Verstappen em disputas e comenta declarações da Red Bull
Carregar comentários