F1: Williams promete atualização “visivelmente diferente” no carro

Novidade não deve demorar a aparecer, com a fase de testes no túnel de vento já concluída

F1: Williams promete atualização “visivelmente diferente” no carro
Carregar reprodutor de áudio

Com o intuito de melhorar a sua performance na temporada 2022 da Fórmula 1, a Williams pretende implementar em seus carros, ainda neste ano, um pacote de atualização esteticamente inovador. Embora a Williams tenha conquistado três pontos até agora, marcados por Alex Albon na Austrália e em Miami, a equipe tem sofrido muito para conseguir competir com o pelotão de trás, regularmente.

Isso fez com que a equipe de Grove caísse para a lanterna do Mundial de Construtores, estando agora a 12 pontos da Haas e da Aston Martin. A Williams, inicialmente, optou por uma abordagem conservadora em relação ao seu plano de atualização, mas agora procura melhorar o seu desempenho em um futuro próximo. Depois de comprometer-se a introduzir um grande pacote de atualização.

O chefe de desenvolvimento, Dave Robson, explicou como as equipes agora precisam "obter o melhor retorno possível" ao introduzir pacotes de atualização, devido ao teto orçamentário, e os estágios iniciais dos regulamentos veriam a maioria das peças novas chegar "mais ou menos como um grande pedaço".

Robson admitiu que a Williams não trouxe "nada realmente grande ainda" para o FW44, mas confirmou que agora existe um prazo para introduzir o primeiro grande pacote no carro. "Sim, nós decidimos, e agora já superamos a fase do túnel de vento", disse Robson em Baku no último fim de semana.

"Agora é apenas o desafio de fabricá-lo o mais rápido possível. Com sorte, isso será ajudado amanhã, se os carros não forem danificados. Porque isso claramente é algo com o qual você precisa ter cuidado. O pacote está a caminho. Exatamente quando vamos entregá-lo, espero que isso fique mais claro nos próximos dias."

Nicholas Latifi, Williams FW44

Nicholas Latifi, Williams FW44

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Diversas equipes no pelotão do meio já estrearam grandes pacotes de atualização neste ano, em tentativa de dar um passo à frente e encontrar mais desempenho. Por exemplo, a forma da Aston Martin melhorou notavelmente desde que seu conceito estilo Red Bull chegou a Barcelona, ​​permitindo-lhe ultrapassar a Williams no Mundial de Construtores.

A equipe trabalhou em dois conceitos em conjunto para a introdução dos novos regulamentos e descobriu que o novo caminho que tomou deu ao carro AMR22 uma janela operacional mais ampla.

Questionado pelo Motorsport.com sobre o desafio de ponderar conceitos de longo e curto prazo, Robson disse que a equipe agora está comprometida em seguir uma direção diferente com o carro pelo restante da temporada de 2022.

"Nós, na verdade, começamos na asa dianteira e depois trabalhamos a parte de trás, tenho certeza que há muitas maneiras diferentes de fazer isso e ainda não sabemos o que é melhor", disse Robson.

“Em termos de curto prazo e o resto desta temporada, acho que estamos comprometidos com um conceito que será um pouco diferente, visivelmente diferente do que você pode ver agora”.

TELEMETRIA: Rico Penteado analisa GP do Canadá, Ferrari e 'quicadas'

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual maior adversário ao bi de Verstappen: Pérez, Leclerc ou confiabilidade da Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 - Verstappen critica diretriz sobre porpoising: "Se você não sabe projetar um carro bom, a culpa é sua"
Artigo anterior

F1 - Verstappen critica diretriz sobre porpoising: "Se você não sabe projetar um carro bom, a culpa é sua"

Próximo artigo

Pirelli defende pneus de chuva da F1 após críticas no GP de Mônaco

Pirelli defende pneus de chuva da F1 após críticas no GP de Mônaco