Últimas notícias
Fórmula 1 GP da Malásia

FIA explica causa do acidente de Grosjean com tampa

Diretor de provas da F1, Charlie Whiting afirmou que francês colidiu com tampa de drenagem que estava com solda desgastada

Charlie Whiting, FIA
The crashed car of Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17
Romain Grosjean, Haas F1 Team
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17 locks up

A FIA acredita que um problema de soldagem provocou o deslocamento da tampa do sistema de drenagem do circuito de Sepang, o que causou o acidente de Romain Grosjean no segundo treino livre para o GP da Malásia.

O pneu traseiro direito de Grosjean estourou de maneira espetacular quando ele colidiu com a tampa, o que o fez rodar, e, em seguida, bater na barreira de pneus.

“Uma das tampas, que tem cerca de meio metro de comprimento e 30 cm de largura, de um metal pesado, se soltou”, explicou o diretor de provas da F1, Charlie Whiting.

“Há algumas delas pelo circuito e, neste ponto em particular, há cinco do lado de fora da curva 12. É uma curva rápida, com muita carga imposta, e vimos que algumas dessas tampas são parafusadas e outras são soldadas.”

“Soldá-las é perfeitamente aceitável. Eu suspeito que os parafusos quebraram e, em vez de serem repostas, eles soldaram.”

“Evidentemente, as soldas cederam. É bem simples. Ninguém conseguiu prever isso.”

Antes das atividades de sábado, os engenheiros do circuito irão examinar todas as tampas que não possuem parafusos e irão reforçá-las.

“Não sei ao certo quantas são. Já vimos algumas, mas não tantas. Eles irão remover a tinta, remover a solda e soldá-las novamente. É tudo o que podemos fazer. Soldas não são as tecnologias mais novas.”

Diretor do circuito de Sepang, Dato Razlan Razali disse ao Motorsport.com que acredita que o local fez tudo o possível para colocá-lo nos mais altos padrões de segurança.

“Sinto que fizemos a manutenção necessária. Temos uma empresa que cuida de nossa pista. Acreditamos que eles fizeram um bom trabalho.”

“É uma preocupação para nós. Segurança é prioridade para todos. Foi a primeira vez que isso aconteceu.”

“Fazemos nossa manutenção regular, mas mesmo se formos por aí e analisássemos cada tampa, para nós, está corrigido como pode ser corrigido. O melhor é melhorar para amanhã.”

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Chefe da Haas detona Sepang após acidente: “Inaceitável”
Próximo artigo McLaren revela perda milionária após fase complicada

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil