Fórmula 1
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
73 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
87 dias
Fórmula E
27 fev
-
29 fev
Evento encerrado
05 jun
-
06 jun
Próximo evento em
67 dias
IndyCar
R
Detroit
29 mai
-
31 mai
Próximo evento em
60 dias
R
Texas
04 jun
-
06 jun
Próximo evento em
66 dias
NASCAR Cup
06 mar
-
08 mar
Evento encerrado
R
Martinsville
07 mai
-
09 mai
Próximo evento em
38 dias
Stock Car Brasil
R
Goiânia - Corrida de Duplas
27 mar
-
29 mar
10 abr
-
12 abr
Próximo evento em
11 dias
MotoGP
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
31 dias
R
GP da França
14 mai
-
17 mai
Próximo evento em
45 dias

Maldonado classifica primeira vitória em protótipos como “especial”

compartilhar
comentários
Maldonado classifica primeira vitória em protótipos como “especial”
Por:
29 de jan de 2019 20:44

Ex-piloto da Williams e Lotus conquistou primeiro triunfo em um carro da classe LMP2 de sua carreira

Pastor Maldonado passou a correr em tempo integral em provas de endurance no início de 2018, na DragonSpeed ​​pelo WEC, na classe LMP2.

A três etapas do final temporada de 2018/2019, o venezuelano e seu companheiro Roberto Gonzalez estão em quarto lugar na classificação da LMP2, tendo como melhor resultado um segundo lugar em Xangai, em novembro.

Maldonado e Gonzalez se juntaram ao carro #18 da Oreca em Daytona com por Sebastian Saavedra e Ryan Cullen, e conseguiram uma vitória na nova classe de protótipos do IMSA.

Perguntado pelo Motorsport.com se ele sentiu que a vitória finalmente o coloca como um verdadeiro piloto de carros esportivos, Maldonado respondeu: “Sim, eu preciso dizer isso. É especial, é a nossa primeira, a minha primeira Daytona, estou muito satisfeito com isso.”

"Mas, obviamente, todo novo processo precisa de tempo, e acho que estamos trabalhando bastante desde o início da minha experiência em protótipos.”

“Precisamos dizer que a equipe é muito bem compacta e oferece o melhor de nós. Normalmente devemos lutar pela vitória a partir de agora.”

Saavedra parecia colocar a DragonSpeed ​​em risco quando ele aquaplanou e bateu na barreira nas partes finais da prova.

O ex-piloto da Indy conseguiu levar o carro #18 de volta aos boxes, mas admitiu que o fato de a corrida ter sido interrompida pouco depois salvou a equipe de potencialmente perder para a equipe rival Performance Tech, que estava a quatro voltas atrás.

“Quando eu bati na barreira, tudo passou pela minha cabeça”, disse Saavedra.

“A primeira coisa que você pensa é que você vai decepcionar esse grupo incrível de pessoas. Foi quase de partir o coração.”

“Mas o motor ainda estava ligado, e consegui apontar em um ângulo que não causou muito dano, conseguimos voltar aos boxes.”

“Eu não esperava que dessem bandeira vermelha, acho que nos salvou. Mas estávamos prontos para voltar e continuar fazendo o que estávamos fazendo.”

"Foi apenas o bico que ficou danificado, elogios para Oreca porque esse carro é um tanque."

Próximo artigo
Zanardi elogia Farfus após vitória em Daytona: “o que ele fez foi incrível”

Artigo anterior

Zanardi elogia Farfus após vitória em Daytona: “o que ele fez foi incrível”

Próximo artigo

Nasr: queria que o duelo com Alonso em Daytona durasse mais

Nasr: queria que o duelo com Alonso em Daytona durasse mais
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria IMSA
Evento 24 Horas de Daytona
Pilotos Pastor Maldonado
Equipes Dragonspeed
Autor Jamie Klein