Haas condena comportamento "abominável" de Mazepin em vídeo publicado nas redes sociais

Nas redes sociais, a hashtag "Dizemos não a Mazepin" é um dos assuntos mais comentados na manhã desta quarta (09)

Haas condena comportamento "abominável" de Mazepin em vídeo publicado nas redes sociais

Nikita Mazepin se encontra no meio de mais uma polêmica antes mesmo de entrar na Fórmula 1. Em vídeo publicado em seu Instagram na terça, o russo toca, de modo inapropriado, o peito de uma mulher que estava no banco de trás de um carro. Em meio a várias reclamações nas redes sociais, a Haas divulgou um comunicado condenando o comportamento "abominável" de seu piloto para 2021, e que lidará com o caso internamente.

A Haas anunciou na semana passada que Mazepin se juntaria à equipe no próximo ano, formando uma dupla de novatos junto com Mick Schumacher.

Leia também:

No vídeo, a mulher mexe sua mão em reação ao toque antes de levantar o dedo do meio com a mesma mão, cobrindo a câmera em seguida. A publicação foi rapidamente deletada, mas não antes de ser capturada e exibida em larga escala nas redes sociais.

Em um comunicado divulgado para Haas na quarta, a equipe condenou suas ações e confirmou que tomaria ações internamente.

"A Haas não apoia o comportamento de Nikita Mazepin em um vídeo publicado recentemente em suas redes sociais. Adicionalmente, o fato do vídeo ter sido publicado nas redes sociais é considerado abominável pela equipe".

"O caso será lidado internamente e não forneceremos novos comentários sobre neste momento".

Mazepin se manifestou após a Haas, publicando uma mensagem de desculpas no Twitter.

"Gostaria de me desculpar pelas minhas ações recentes em termos de comportamento inapropriado da minha parte e o fato disso ter sido publicado nas redes sociais. Peço desculpas pela ofensa que causei e o constrangimento que trouxe à Haas".

"Eu disse a mim mesmo que preciso me manter em um nível mais alto enquanto piloto de Fórmula 1 e reconheço que decepcionei a mim mesmo e muitos outros. Prometo que aprenderei com isso".

No Twitter, a hashtag "We say no to Mazepin" (Dizemos não a Mazepin) está entre os assuntos mais discutidos na manhã desta quarta (09), com reclamações de que apenas o seu pedido de desculpas não é suficiente, além de críticas à Haas pela decisão de "tratar o assunto internamente".

A mulher no vídeo, Andrea D'Ival, publicou uma mensagem em seu perfil no Instagram defendendo o russo.

"Oi pessoal, só queria dizer a todos que Nikita e eu somos bons amigos há muito tempo e nada daquele vídeo foi sério".

"Confiamos um no outro e aquilo foi uma piada boba entre nós. Eu publiquei esse vídeo em seu perfil como uma piada interna. Peço desculpas. Dou minha palavra de que ele é uma boa pessoa e não faria nada para me machucar ou me humilhar".

O incidente vem uma semana depois de seu anúncio como piloto da Haas. Mazepin terminou a temporada de 2020 da Fórmula 2 em quinto, com duas vitórias, o suficiente para pedir a superlicença, documento necessário para correr na F1.

Mas a temporada do russo terminou com movimentos de defesa controversos contra Felipe Drugovich e Guanuy Zhou que lhe renderam duas penalizações de cinco segundos cada, perdendo o pódio conquistado no sábado. Além disso, ele terminou o ano com 11 pontos de punição. Caso tivesse tomado mais um no domingo, poderia ser proibido de correr a primeira prova da F1 em 2021.

Mazepin já havia testado anteriormente com a Force India e a Mercedes, passando por um programa de testes privados com a equipe alemã. Ele deve ser um dos pilotos da Mercedes no teste de pós-temporada em Abu Dhabi, como preparação para sua estreia com a Haas em 2021.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Russell manda recado para Mercedes e Bottas: quer vaga antes de 2022

PODCAST: 'Show' de Russell pode gerar problema para Mercedes?

 

compartilhar
comentários
ANÁLISE: Como a Liberty Media poderia ajudar Pérez a chegar à Red Bull

Artigo anterior

ANÁLISE: Como a Liberty Media poderia ajudar Pérez a chegar à Red Bull

Próximo artigo

Wolff: ter Hamilton e Russell na mesma equipe pode ser uma "aventura"

Wolff: ter Hamilton e Russell na mesma equipe pode ser uma "aventura"
Carregar comentários