Hamilton: “A Ferrari já escolheu seu primeiro piloto”

Britânico da Mercedes duvida que time italiano não tenha tido influência sobre ultrapassagem de Vettel sobre Raikkonen em Monte Carlo

Hamilton: “A Ferrari já escolheu seu primeiro piloto”
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1
Kimi Raikkonen, Ferrari, Sebastian Vettel, Ferrari
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1
Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H, Sebastian Vettel, Ferrari SF70H, Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08

O tricampeão mundial Lewis Hamilton disse que está claro que a Ferrari já decidiu quem priorizar na batalha pelo título deste ano. Depois de Kimi Raikkonen ter perdido a primeira posição para Sebastian Vettel devido supostamente a um erro estratégico em Mônaco, o inglês não tem mais nenhuma dúvida: a Ferrari tem seu piloto número 1.

Hamilton confirmou que acredita que o time italiano tentará dar a Sebastian sempre as melhores condições.

"Está claro para mim que a Ferrari escolheu seu primeiro piloto”, disse Hamilton, sétimo colocado em Mônaco após sair de 13º.

“Eles estão dando tudo para garantir que Sebastian irá maximizar todos os seus fins de semana."

"É muito difícil o carro na liderança ser ultrapassado pelo segundo carro, a menos que a equipe decida favorecer o outro carro. Isso é muito claro."

Perguntado se a Mercedes vai tomar uma decisão sobre os status de seus pilotos em um futuro próximo, Hamilton acrescentou: "Eu não falei com a equipe, e eu realmente não planejo”.

"Valtteri tem feito um ótimo trabalho e eu não sinto que temos que favorecer um em detrimento do outro.”

"Acho que o que é realmente importante agora é que trabalhemos coletivamente como equipe mais do que nunca na batalha para vencer a Ferrari no campeonato de construtores.”

"Mas podemos ter algumas coisas ao longo do ano em termos de posicionamento. Isso em algum momento pode se tornar valioso, mas quem sabe o que vai acontecer?”

"Mas pode ser de outro jeito. Talvez eu precise dar a Valtteri a vantagem."

compartilhar
comentários
Haas: F1 não deve ser “socialista” na divisão dos lucros
Artigo anterior

Haas: F1 não deve ser “socialista” na divisão dos lucros

Próximo artigo

Coluna do Massa: Agressividade de Perez me ajudou em Mônaco

Coluna do Massa: Agressividade de Perez me ajudou em Mônaco
Carregar comentários