Hamilton estabelece momento correto para encerrar carreira na Fórmula 1

Heptacampeão, contudo, sente que ainda não é a hora por ter muito há oferecer dentro e fora das pistas

Lewis Hamilton, Mercedes-AMG, 2nd position, sprays Champagne on the podium

Mesmo com o anúncio da aposentadoria de Sebastian Vettel da Fórmula 1, no fim de 2022, deixando apenas Lewis Hamilton e Fernando Alonso como os únicos remanescentes da antiga geração de pilotos na próxima temporada, Hamilton pretende permanecer na F1 enquanto tiver "combustível no tanque". 

O heptacampeão, cujo contrato com a Mercedes se encerra no fim de 2023, disse repetida vezes que não tem intenção de aposentar ao fim do vínculo, aos 37 anos, por sentir que ainda tem mais a conquistar dentro e fora das pistas.

Leia também:

"Se eu parar, ainda terei combustível no tanque," ele disse. "Eu não acho que vou continuar até que esteja completamente esgotado e não tenha mais nada. Mas, espero que demore um pouco."

"Quando eu falo de tanque cheio, eu ainda estou lutando por essas coisas e ainda sinto que tenho muito há fazer. Antes que você perceba, Fernando [Alonso] não estará aqui. Então, quem estava lá depois disso? Eu serei o mais velho, eu acho! Mas, não, isso não me faz pensar sobre isso [aposentadoria]."

Mesmo focado em conquistar títulos com a Mercedes, o britânico também continua comprometido em liderar a diversidade e inclusão na F1 através da sua fundação de caridade Mission 44, então não sente necessidade de considerar a aposentadoria tendo múltiplos motivos para continuar.

"Acho que é um lembrete de que estou em uma parte da minha carreira onde as pessoas na quais corri por tanto tempo estão começando a parar", Hamilton disse depois do anúncio de aposentadoria do Vettel na Hungria.

Sebastian Vettel, Aston Martin, waves to fans

Sebastian Vettel, Aston Martin, waves to fans

Photo by: Zak Mauger / Motorsport Images

"Eu estou pensando em como posso melhorar este carro. Estou pensando em quais passos preciso dar para fazer essa equipe vencer novamente, qual é o mapa para vencer outro campeonato mundial?

“Quais são os passos que precisamos fazer para que todos estejam alinhados neste esporte, para fazer mais e para começar a refletir verdadeiramente o trabalho que estamos tentando fazer em termos de diversidade? Estou pensando em todas essas coisas.

Hamilton também creditou Vettel pelo seu trabalho como ativista ao destacar questões ambientais e esforços humanitários enquanto estava na F1 e acredita que a categoria possa continuar com os trabalhos que o alemão tem defendido.

"O trabalho que eu tentei fazer, o que o Seb tem tentando fazer aqui - realmente acendendo o fogo para essas conversas, para fazer o esporte um lugar melhor do que quando o encontramos", Hamilton falou. 

"Eu acho que Seb, definitivamente, teve um grande papel desempenhado nisso e ainda há muito trabalho a fazer, o que eu não sei se Seb vai continuar fazendo mais trabalho, continuar trabalhando nos bastidores do esporte ou não.

"Eu duvido que ele vá voltar e faça comentários, mas você nunca pode dizer nunca. Mas espero que esteja em um lugar melhor. Teria sido uma terrível perda de tempo se não estivesse."

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Hamilton estava em "lugar sombrio" após GP de Abu Dhabi de 2021 e considerou encerrar carreira
Próximo artigo F1: McLaren explica por que apresenta melhor rendimento na classificação em relação a corrida

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil