Fórmula 1
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Hamilton: Mercedes não está falando besteira sobre desvantagem para Ferrari

compartilhar
comentários
Hamilton: Mercedes não está falando besteira sobre desvantagem para Ferrari
Por:
Co-autor: Scott Mitchell
14 de mar de 2019 12:45

Piloto britânico diz que “não é difícil de ler” resultados da Mercedes nos testes e que time tem trabalho a fazer

O atual campeão da Fórmula 1, Lewis Hamilton, disse que ele e sua equipe da Mercedes "não estão falando besteira" sobre sua forma nos testes e o déficit atual para a Ferrari.

O novo carro da Ferrari, o SF90, tem sido amplamente considerado como a referência inicial do grid de 2019 da F1, e Hamilton sugeriu em Barcelona que a Mercedes poderia estar até 0s5 atrás.

Leia também:

Logo depois disso, no entanto, a Mercedes foi mais veloz e Hamilton terminou o teste apenas 0s003 mais lento do que Sebastian Vettel.

Antes do GP da Austrália, Hamilton disse que "não era difícil ler" os resultados dos testes da Mercedes, e insistiu que a equipe não estava jogando jogos mentais com suas estimativas na pré-temporada.

“Acho que a forma da Mercedes era bem clara, mas é difícil saber o que todo mundo está fazendo, então, naturalmente, não saberemos totalmente até sairmos no carro amanhã.”

“E, depois da qualificação, você obtém uma imagem melhor e, geralmente, nas primeiras corridas é quando realmente começa a ter uma ideia de onde todos estão. Mas nós dissemos que temos trabalho a fazer e não estávamos falando besteira. Temos trabalho a fazer.”

Seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, disse que o carro da Ferrari parecia "talvez mais estável" do que seu novo W10 inicialmente, e reiterou que a Mercedes teria motivação extra para perseguir sua rival.

“Eu posso ver as pessoas muito motivadas, e mesmo que não sintamos que somos os mais rápidos no momento, de alguma forma existe uma boa ética de trabalho, motivação.”

“Definitivamente, quando eu estava na fábrica na semana passada, vi que as pessoas estão realmente se esforçando muito e tentando melhorar nosso pacote com as ferramentas que temos aqui.”

“É definitivamente um sentimento diferente dos anos anteriores. Eu acho que normalmente nos testes em Barcelona temos sido bem fortes, e vimos nos últimos dois anos aqui que a Ferrari vem sendo sempre forte. Agora sabemos que eles serão muito fortes e realmente precisamos melhorar se quisermos vencê-los."

Bottas insistiu que a Mercedes obteve ganhos significativos desde o final dos testes, apesar do carro W10 não rodar na pista nesse meio tempo.

“Hoje em dia, na Fórmula 1, depois de duas semanas de testes, a quantidade de dados que você tem que analisar, para tentar aprender e melhorar é alta. Então, tem sido muito útil ter duas semanas desde o teste. Eu sinto que já fizemos melhorias, mesmo que não tenhamos dirigido uma única volta desde o teste.”

“Estou confiante de que podemos estar em melhor forma. Tenho certeza de que toda equipe aprendeu desde o teste, mas é apenas adivinhação no momento.”

Hamilton ressaltou, no entanto, que a Mercedes "não trouxe melhorias" para Melbourne.

“Todo mundo dá um passo após o teste. O carro estará melhor aqui, vamos ter uma compreensão muito melhor disso – mas eu acho que é o mesmo para todos ”, disse ele.

"Nós não trouxemos atualizações. Será interessante ver como a atualização da Red Bull funciona, e eu conheço outras pessoas. A Ferrari geralmente traz uma atualização para a primeira corrida, então será interessante ver.”

Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W10

Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W10

Photo by: Glenn Dunbar / LAT Images

Próximo artigo
VÍDEO: Retorno de Kubica à F1 promove salva de palmas em coletiva

Artigo anterior

VÍDEO: Retorno de Kubica à F1 promove salva de palmas em coletiva

Próximo artigo

Vettel se diz chocado com morte de Whiting após conversa na quarta

Vettel se diz chocado com morte de Whiting após conversa na quarta
Carregar comentários