Hamilton passeia e triunfa pela quarta vez no Canadá

Britânico derrota Rosberg em briga doméstica pela vitória, com Bottas em 3º. Massa faz corrida de recuperação e é 6º.

Hamilton passeia e triunfa pela quarta vez no Canadá
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Felipe Massa, Williams FW37
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Carregar reprodutor de áudio

O britânico Lewis Hamilton cruzou a linha de chegada pela 37ª vez em primeiro em uma corrida de Fórmula 1 neste domingo. No local de seu primeiro triunfo, há oito anos, o piloto foi soberano durante todo o GP do Canadá. Rosberg bem que tentou chegar no britânico no segundo stint da prova, no entanto Hamilton conseguiu controlar com perfeição a pressão do rival.

Vencedor das duas últimas provas, Nico fez um início bem tímido. Ele estava quatro segundos atrás de Hamilton antes da primeira parada. Nico apenas se aproximou após o primeiro pit stop, quando os dois colocaram pneus macios. Rosberg chegou a estar a menos de um segundo, porém Lewis segurou a pressão do alemão.

Bottas faturou para a Williams o primeiro pódio do ano, se aproveitando de uma rodada de Kimi Raikkonen no hairpin uma volta depois de ter feito seu primeiro pit stop. Valtteri, com uma parada a menos, conseguiu garantir o terceiro, com Raikkonen em quarto.

Vettel, fazendo duas paradas, se recuperou bem de sua 18ª posição no grid, terminando o GP do Canadá em quinto, 7.6s atrás do companheiro Raikkonen.

Massa fez grande corrida de recuperação, ficando em sexto lugar. O brasileiro passou na pista vários pilotos utilizando uma estratégia diferente, largando com pneus macios. Ele apenas trocou para os supermacios na volta 38, quando era o quinto. No segundo stint, Massa chegou ao sexto posto após passar por Maldonado. O venezuelano fez os primeiros pontos do ano, em sétimo.

Felipe Nasr fez prova discreta, terminando em 16º lugar.

Abandonaram as duas McLarens, com Alonso e Button, e a Manor de Merhi.

Os quatro primeiros mantiveram posição na largada, apesar de uma investida de Raikkonen em cima de Rosberg. Massa ganhou posições de Nasr e Sainz na saída. O Top 10 na primeira volta era Hamilton, Rosberg, Raikkonen, Bottas, Grosjean, Hulkenberg, Maldonado, Kvyat, Ricciardo e Perez. Massa era 13º e Nasr 15º.

Na terceira volta, Ericsson, Massa e Vettel ganharam a posição de Alonso. O espanhol, com problemas de performance nas retas pelo motor Honda, caiu para 14º.

Vettel parou na volta 8. Com um trabalho lento, o piloto voltou com os pneus macios em último lugar. Massa passou Ericsson pelo 11º lugar uma volta depois. Na volta 12, o brasileiro entrou na zona de pontos, deixando Ricciardo para trás. Três voltas depois foi a vez do brasileiro ultrapassar Perez pelo nono lugar.

Na volta 18, Hamilton já abria 3.8s para Rosberg. Raikkonen, Bottas, Grosjean, Hulkenberg, Maldonado, Kvyat, Massa e Perez fechavam o Top 10. Maldonado parou uma volta depois, e Massa passou Kvyat, indo para sétimo.

Vettel, após sua parada lenta, fazia boa corrida de recuperação. Ele passou na pista por Merhi, Stevens, Button, Nasr, Alonso, Verstappen, Sainz e Ericsson. Após os primeiros pits, o piloto alemão chegou ao nono lugar. Enquanto isso, Raikkonen, após seu pit stop, rodou no hairpin. Isso fez com que Bottas ganhasse seu terceiro lugar após a parada.

Hamilton e Rosberg entraram nas voltas 30 e 31. A ordem foi mantida, com Nico reduzindo a diferença de quatro para dois segundos.

Na volta 32 o Top 10 era Hamilton, Rosberg, Bottas, Raikkonen, Massa (sem pit stop), Grosjean, Vettel, Maldonado, Hulkenberg e Kvyat. Massa parou na volta 38 e voltou em nono. Vettel também fez um pit stop, duas voltas antes. O alemão ganhou a posição de Massa na volta, se colocando em oitavo.

Raikkonen fez uma segunda parada na volta 40. Ele colocou novamente os pneus supermacios e passou a fazer voltas rápidas. Vettel tentou passar Hulkenberg na volta 44. O piloto da Ferrari entrou por fora na última curva e obrigou Hulkenberg a rodar para não bater em seu carro. Massa também ganhou a posição da Force India.

Alonso foi o primeiro a abandonar, na volta 46. Button também não teve sorte e parou na volta 56.

Grosjean tomou uma punição de cinco segundos no tempo de prova após a prova por bater no britânico Will Stevens da Marussia enquanto colocava uma volta no retardatário. Grosjean teve de ir aos pits trocar o pneu traseiro e Stevens teve de trocar o bico.

A próxima etapa acontece na Áustria, no dia 21 de junho.

Confira o resultado da prova:

 Pos.PilotoEquipeTempo/distânciaPts
01   L. Hamilton   Mercedes 1:31'53.145 25
02   N. Rosberg   Mercedes +2.285 18
03   V. Bottas   Williams +40.666 15
04   K. Räikkönen   Ferrari +45.625 12
05   S. Vettel   Ferrari +49.903 10
06   F. Massa   Williams +56.381 8
07   P. Maldonado Lotus +1:06.664 6
08   N. Hülkenberg   Force India +1 volta 4
09   D. Kvyat   Red Bull +1 volta 2
10   R. Grosjean   Lotus +1 volta 1
11   S. Pérez   Force India +1 volta  
12   C. Sainz   Toro Rosso +1 volta  
13   D. Ricciardo   Red Bull

 
 
+1 volta  
14   M. Ericsson   Sauber +1 volta  
15   M. Verstappen   Toro Rosso +1 volta  
16   F. Nasr   Sauber +2 voltas  
17   W. Stevens   Manor +4 voltas  
18   R. Merhi   Manor  abandonou  
19   J. Button   McLaren  abandonou  
20   F. Alonso   McLaren  abandonou  
compartilhar
comentários
Nasr lamenta falta de potência e superaquecimento dos freios: “dia difícil”
Artigo anterior

Nasr lamenta falta de potência e superaquecimento dos freios: “dia difícil”

Próximo artigo

Ricciardo: “o GP do Canadá é nosso novo pior momento do ano”

Ricciardo: “o GP do Canadá é nosso novo pior momento do ano”
Carregar comentários