Fórmula 1
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Hamilton quer mudar visor após perder tempo no safety car virtual

compartilhar
comentários
Hamilton quer mudar visor após perder tempo no safety car virtual
Por:
Co-autor: Adam Cooper
29 de abr de 2019 11:30

Pentacampeão teve problemas com o visor do volante e perdeu tempo no recomeço de prova após o término do safety car virtual em Baku

Lewis Hamilton quer fazer algumas mudanças no painel de seu volante para evitar a perda de tempo que teve com o safety car virtual (VSC, na sigla em inglês) da Fórmula 1 no GP do Azerbaijão.

Hamilton estava dois segundos atrás do companheiro de Mercedes Valtteri Bottas quando o VSC foi acionado em Baku, após o problema da Red Bull de Pierre Gasly.

Leia também:

No entanto, depois que os pilotos voltaram à velocidade máxima a 10 voltas do final, essa diferença subiu para 3,5 segundos, e Hamilton não foi capaz de compensar a diferença para lançar um ataque tardio para a vitória.

Questionado pelo Motorsport.com sobre pequenas margens como a perda de tempo do VSC, Hamilton disse: “Em última análise, Valtteri fez um trabalho melhor na qualificação na última volta, o que o colocou em posição de poder lutar. Depois, conseguiu uma boa margem no início, e eu terei que trabalhar”.

“E perdi dois segundos e meio, ou seja o que for, sob o VSC, então tive que recuperar isso no braço. Com apenas nove voltas, não foi tão fácil. Isso foi minha culpa e algo em que vou trabalhar. Há algumas coisas que podemos consertar no painel para garantir que isso não aconteça novamente".

Perguntado posteriormente pelo Motorsport.com sobre que tipo de mudanças ele gostaria de fazer, Hamilton disse que não podia falar sobre isso "porque é realmente uma questão técnica" no display do volante. "É apenas uma coisa de procedimento, nada importante", acrescentou.

Quando o VSC é acionado, os pilotos são obrigados a reduzir sua velocidade e permanecer acima do tempo mínimo estabelecido pela FIA “pelo menos uma vez em cada setor sinalizado”. O comprimento desses trechos é definido pelas lacunas entre as luzes de orientação, que são posicionadas antes de cada curva e, portanto, separadas por um intervalo de distâncias variáveis, de menos de 100m a mais de 300m.

Os pilotos também devem permanecer acima do tempo mínimo antes da primeira e segunda linhas do safety car e quando o VSC terminar. Eles podem ver os tempos no visor do volante. Aqueles que não atentarem para o procedimento correm o risco de perder tempo. Isso se relaciona à rapidez com que eles respondem ao término do período do VSC, que não tem contagem regressiva.

As equipes são informadas de que o VSC está terminando no sistema oficial de mensagens e, entre 10 e 15 segundos depois, a sigla “VSC” nos painéis de luz da FIA muda para verde.

No recomeço em Baku, Bottas ganhou tempo em relação aos seus três perseguidores imediatos: Hamilton, Sebastian Vettel e Max Verstappen.

Perguntado pelo Motorsport.com se tinha o mesmo esquema de Hamilton, Bottas disse: "Eu acho que é bem parecido entre nós. Existem algumas diferenças. Temos uma espécie de engenheiro eletrônico pessoal, com quem trabalhamos nas largadas e no painel”.

"Estou satisfeito com as informações que recebo e acho que estava pronto para o recomeço, então tudo bem".

Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1, 1st position, drinks Champagne on the podium

Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1, 1st position, drinks Champagne on the podium

Photo by: Zak Mauger / LAT Images

Próximo artigo
GALERIA: A corrida de gato e rato da Mercedes de Baku em imagens

Artigo anterior

GALERIA: A corrida de gato e rato da Mercedes de Baku em imagens

Próximo artigo

Alfa sabia de problema na asa dianteira de Raikkonen antes de Baku

Alfa sabia de problema na asa dianteira de Raikkonen antes de Baku
Carregar comentários