Entrevista

Lendário circuito de Magny-Cours tem projeto de retornar à F1; entenda

Prefeito de Nevers, cidade onde está a pista, quer propor candidatura para um segundo GP na França, que já tem uma corrida em Paul Ricard

Damon Hill, Williams FW18 Renault

Damon Hill, Williams FW18 Renault

LAT Images

Depois que a Fórmula 1 rompeu definitivamente o contrato do GP da Rússia, surgiram rumores sobre os circuitos que ocupariam essa vaga no calendário. A pandemia de Covid-19, que começou há dois anos, também causou alterações de última hora no roteiro planejado, e pistas como Portimão ou Nurburgring receberam corridas de primeira classe.

Agora, que a pista portuguesa revelou a intenção de realizar um GP de forma permanente, Magny-Cours jujntou-se à disputa para ocupar um lugar na categoria depois de se despedirem em 2008.

Leia também:

O Motorsport.com conversou com o prefeito de Nevers - cidade onde fica o circuito - Denis Thuriot. O local recebeu 18 corridas consecutivas de F1 desde 1991 e mostrou a intenção de trazer a pista de volta à tona.

"Sou prefeito de Nevers desde 2014, e compramos cerca de 15% das ações da empresa que atua no circuito, por isso estou envolvido com sua gestão", explicou o político. "Estou tentando trazer um GP de volta à cidade porque somos um circuito apto à divisão, temos a homologação por cinco anos."

"No ano passado, nos posicionamos após o cancelamento do GP do Japão. Agora acho que podemos jogar mais uma vez. Com o cancelamento da corrida na Rússia, por que não trazer de volta?"

 

No entanto, a intenção de Magny-Cours não é de ser a única corrida da França, mas dividir os holofotes com Paul Ricard: "Tive a oportunidade de me encontrar várias vezes com o presidente da FFSA (Federação Francesa de Automóveis), Nicolas Deschaux, e minha ideia é que complemente o GP da França, e não que seja concorrente".

"Comecei a conversar com o presidente da República, Emmanuel Macron, já que o pré-requisito é ter a ajuda do Estado, e se possível , da região, porque não conseguiríamos financiar tudo sozinhos", revelou Thuriot.

"Hoje, uma corrida de F1 custa dinheiro às autoridades locais, sempre foi assim, mas não temos mais a mesma liberdade de ocupar tantos lugares como antes. Nesta pista há capacidade para 150000 pessoas. Propus a Christian Estrosi e Renaud Muselier fazer isso a cada dois anos durante este período de cinco temporadas."

“Começamos recentemente, e vou retomar, já que por tudo o que aconteceu, tínhamos outras prioridades, mas não escondo que há chances de retorno da F1."

Questionado se já teve conversas com a categoria, ele disse: "Tive contato com funcionários, em particular com o diretor do circuito, Serge Saulnier. Também recebi os ministros da União Europeia da área de telecomunicações e sugeri que visitem a pista para que possam descobri-la e se interessar por ela".

"Vamos imaginar que começamos com um GP da Europa, é sempre interessante que todos os países do continente conheçam o circuito. Estamos prontos: temos a infraestrutura e fizemos esforços econômicos para manter o circuito no nível da F1. É uma pista muito apreciada pelos pilotos que tive a oportunidade de conhecer."

"Sobre o GP da França, acho que neste ano chegará ao fim dos cinco anos assinados, então as coisas precisam ser rápidas para negociar e ver se podemos fazer uma oferta conjunta. Devemos estudar se podemos concordar com uma candidatura alternada", concluiu o prefeito.

F1 AO VIVO: Mercedes BLEFANDO? RBR favorita? Ferrari bem? E a 'MEIUCA'? Veja prévia do GP do BAHREIN

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast - Boletim do segundo dia de testes de pré-temporada da F1 no Bahrein

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1: McLaren quer restringir relações entre equipes principais e 'satélites'
Próximo artigo Com novo formato no fim de semana da F1, programa TELEMETRIA muda para as quintas-feiras

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil