Marko quer continuidade de Masi na F1: "Ele não foi o culpado por Abu Dhabi"

Chefão da Red Bull acredita que australiano quis encontrar "solução esportiva" para corrida final da última temporada e que FIA está sobrecarregada

Marko quer continuidade de Masi na F1: "Ele não foi o culpado por Abu Dhabi"
Carregar reprodutor de áudio

O conselheiro de automobilismo da Red Bull, Helmut Marko, disse que a FIA não deve declarar Michael Masi inteiramente culpado pelo GP de Abu Dhabi de 2021 e apoia sua manutenção no cargo de diretor de provas da Fórmula 1. Desde o final da última temporada, o debate sobre a corrida final continua. Uma ampla investigação sobre o evento foi lançada e seus resultados seguem um mistério.

Nenhum comunicado de imprensa está planejado até a reunião do Conselho Mundial do Esporte a Motor (WMSC), a ser realizada em 18 de março, e decisões não serão tomadas até então. O encontro contará com a presença de representantes da federação, bem como dez chefes de equipe e o CEO da categoria, Stefano Domenicali.

Leia também:

Segundo Marko, Masi não deveria ser um bode expiatório. Questionado pelo jornal austríaco Kleine Zetung se o australiano foi inteiramente responsável pelo que aconteceu em Abu Dhabi, ele respondeu: "Não, claro que não. Ele queria encontrar uma solução esportiva."

"Isso costuma acontecer durante os períodos de safety car, o que é mais adequado para alguns pilotos do que para outros no momento. No IMSA, nesses casos, mais três voltas são geralmente adicionadas ao final da corrida, que de repente ficam mais longas, mas na F1 é improvável que isso aconteça devido a todos os cálculos de combustível apertados."

Michael Masi, Race Director, walks the track with an FIA colleague

Michael Masi, Race Director, walks the track with an FIA colleague

Fotoğraf: Simon Galloway / Motorsport Images

Marko espera que Masi mantenha sua posição de diretor, mas receba mais ajuda.

"O principal objetivo da investigação é esclarecer que os chefes de equipe não podem continuar a interferir no controle dos GPs pelo rádio. Tudo precisa ser mais claro."

"Acho que eles vão tentar desafogar um pouco mais a gestão da prova. Em grandes equipes como a nossa, há pessoas na fábrica que analisam cada pequeno detalhe e relatam imediatamente ao pit wall."

"Nesse aspecto, a FIA sofre com a falta de mão de obra", concluiu.

O que a AlphaTauri REVELOU no lançamento do AT03, seu carro para a F1 2022?

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #161: O que aprovamos e reprovamos para temporada 2022 da F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Williams apresenta layout do FW44, carro da equipe para 2022; confira imagens
Artigo anterior

F1: Williams apresenta layout do FW44, carro da equipe para 2022; confira imagens

Próximo artigo

F1: Williams explica ausência de homenagem a Senna em novo carro pela primeira vez em 27 anos

F1: Williams explica ausência de homenagem a Senna em novo carro pela primeira vez em 27 anos