Fórmula 1
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
28 dias
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
42 dias
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
84 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
91 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
105 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
112 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
126 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
140 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
147 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
161 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
175 dias

McLaren detona Ferrari sobre limite de orçamento e diz que F1 pode sobreviver sem equipe italiana

compartilhar
comentários
McLaren detona Ferrari sobre limite de orçamento e diz que F1 pode sobreviver sem equipe italiana
Por:
23 de abr de 2020 20:32

CEO da equipe, Zak Brown diz que os argumentos da Ferrari contra uma grande redução do limite de orçamento para salvar equipes menores são "contraditórios"

A Ferrari deixou claro que é contra o plano reduzir o limite de custos planejado pela F1 muito abaixo do nível de US$ 145 milhões (quase R$800 milhões), com algumas equipes, como a McLaren, querendo que caia para US$ 100 (cerca de R$ 550 milhões).

O chefe da equipe italiana, Mattia Binotto, disse ao jornal The Guardian na quinta-feira que era contra esse corte, principalmente por causa de recursos humanos. Ele também sugeriu que se as equipes menores estivessem com sérias dificuldades para poder competir, a Ferrari ofereceria seus carros.

Mas Zak Brown, CEO da McLaren, não se impressionou com a posição da Ferrari sobre uma questão em que ele acha que o futuro da F1 pode ser colocado em risco se não conseguir controlar os orçamentos.

Leia também:

"Estamos em uma situação em que, se a Fórmula 1 seguir seus hábitos antigos, todos corremos um risco extremo", disse Brown à mídia selecionada, incluindo o Motorsport.com durante teleconferência, após os comentários de Binotto.

“E acho que se pensarmos adiante e acompanharmos os tempos, não podemos apenas sobreviver ao que está acontecendo agora, mas acho que o esporte pode prosperar e todos vencemos. Sou a favor de um bom debate saudável. Mas acho que os comentários que estou sendo apresentado se contradizem e não refletem com precisão o que penso ser realidade.”

Brown acha absurdo sugerir que a F1 perderá seu lugar como auge do automobilismo se o limite de orçamento for reduzido para US$ 125 milhões (cerca de R$ 687 milhões), e ele está chateado com as sugestões de que as equipes não estejam lá apenas para obter lucro.

"Infelizmente, não há muitas equipes, se houver, que geram lucro", disse ele. “Não acredito que as pessoas envolvidas na Fórmula 1 estejam envolvidas para gerar lucro: acho que elas estão lá para gerar valor.”

“Cada equipe tem razões diferentes para estar na F1. E muito disso é para agregar valor a outras empresas, seja no ramo de bebidas ou no setor de carros de passeio.”

Carlos Sainz Jr., McLaren MCL34 and Sebastian Vettel, Ferrari SF90

Carlos Sainz Jr., McLaren MCL34 and Sebastian Vettel, Ferrari SF90

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Em negação

Ele diz que também ficou sem palavras com as sugestões de Binotto de que a F1 deve demorar para decidir sobre medidas de corte de custos. Ele diz que essa postura não faz sentido no momento em que os governos estão correndo para tomar medidas de emergência para salvar as economias do mundo.

“Acho que todos reconhecemos que nos tempos modernos estamos passando pela maior crise que o mundo já passou. Você tem países ‘desligados’. Você fechou a indústria e não ter pressa de resolver o que está acontecendo, eu acho, é um erro crítico. Está vivendo em negação.”

"Acho que você descobriria que praticamente todos os presidentes, primeiros-ministros ou CEOs do mundo todo estão operando com pressa para enfrentar esse problema de frente."

Brown diz que a maioria das outras equipes apoia a posição de seu time de que o limite do orçamento deve ser reduzido ainda mais, e ele acredita que os comandantes do esporte agirão em nome do que a maioria quer, em vez de se curvar à posição da Ferrari.

"No final das contas, é para a FIA e a F1 decidirem, mas eu não acredito que eles possam se segurar se houver alinhamento e veto suficientes, se você quiser, sobre o que está sendo proposto."

F1 pode sobreviver sem Ferrari

E, embora Brown diga que não gostaria de ver a Ferrari dar as costas à F1, se a equipe italiana decidisse que as mudanças não sejam do seu agrado, ele diz que o maior problema para o esporte é que ele não perde uma série de equipes menores se o limite de orçamento não for reduzido.

"Eu odiaria vê-los deixar o esporte", explicou. “Eu odiaria ver alguém deixar o esporte, então isso certamente não é algo que gostaríamos que acontecesse.”

“No entanto, acho que o esporte pode sobreviver com 18 carros no grid. E acho que existem outros fabricantes que podem cobrir as duas equipes [clientes] que atualmente são alimentadas por ela. Por outro lado, acho que se chegarmos a um limite de orçamento muito alto e isso acabar desligando aqueles que estão colocando as mãos no bolso investindo na F1, não acho que a F1 possa sobreviver com 14 carros no grid.

“Acho que 16 é o limite, com 18 pode. Então eu acho que poderia sobreviver sem eles, mas eu realmente prefiro que eles permaneçam no esporte. Acho que o esporte está muito melhor com eles do que sem."

Confira como o coronavírus tem afetado o calendário do esporte a motor pelo mundo

Galeria
Lista

Uma das primeiras aparições do coronavírus no esporte a motor veio com o adiamento da etapa de Sanya, da Fórmula E.

Uma das primeiras aparições do coronavírus no esporte a motor veio com o adiamento da etapa de Sanya, da Fórmula E.
1/33

Foto de: FIA Formula E

A Fórmula 1 adiou o GP da China pelo mesmo motivo.

A Fórmula 1 adiou o GP da China pelo mesmo motivo.
2/33

Foto de: Steve Etherington / Motorsport Images

Com o crescente aumento de casos do Covid-19, o GP do Bahrein chegou a ser confirmado, mas sem presença de público.

Com o crescente aumento de casos do Covid-19, o GP do Bahrein chegou a ser confirmado, mas sem presença de público.
3/33

Foto de: Andy Hone / Motorsport Images

A MotoGP, a maior categoria das duas rodas do mundo, chegou a realizar a primeira etapa no Catar, mas apenas com a Moto2 e Moto3.

A MotoGP, a maior categoria das duas rodas do mundo, chegou a realizar a primeira etapa no Catar, mas apenas com a Moto2 e Moto3.
4/33

Foto de: Akhil Puthiyedath

Mais tarde, as etapas da Tailândia, Estados Unidos, Argentina, Espanha e França também foram suspensas, com adiamento

Mais tarde, as etapas da Tailândia, Estados Unidos, Argentina, Espanha e França também foram suspensas, com adiamento
5/33

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

No início de abril, a MotoGP confirmou também o adiamento dos GPs da Itália e da Catalunha, dois dos países mais afetados pela pandemia, além do GP da Alemanha

No início de abril, a MotoGP confirmou também o adiamento dos GPs da Itália e da Catalunha, dois dos países mais afetados pela pandemia, além do GP da Alemanha
6/33

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

A MotoGP também precisou adiar o GP da Holanda devido às restrições do governo local. A visão mais otimista da Dorna Sports coloca o início da temporada na República Tcheca em agosto. O GP da Finlândia, em 12 de julho, é dúvida porque o novo circuito ainda não foi aprovado pela Federação

A MotoGP também precisou adiar o GP da Holanda devido às restrições do governo local. A visão mais otimista da Dorna Sports coloca o início da temporada na República Tcheca em agosto. O GP da Finlândia, em 12 de julho, é dúvida porque o novo circuito ainda não foi aprovado pela Federação
7/33

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

A Fórmula E anunciou a suspensão da temporada por dois meses: os ePrix de Paris e Seul foram adiados.

A Fórmula E anunciou a suspensão da temporada por dois meses: os ePrix de Paris e Seul foram adiados.
8/33

Foto de: Alastair Staley / Motorsport Images

Em abril, a Fórmula E confirmou a extensão da paralisação do campeonato até o final de junho e o adiamento do ePrix de Berlim. As provas de Nova York e Londres se tornaram dúvidas

Em abril, a Fórmula E confirmou a extensão da paralisação do campeonato até o final de junho e o adiamento do ePrix de Berlim. As provas de Nova York e Londres se tornaram dúvidas
9/33

Foto de: Sam Bloxham / Motorsport Images

O GP da Austrália de F1 estava previsto para acontecer, com presença de público e tudo.

O GP da Austrália de F1 estava previsto para acontecer, com presença de público e tudo.
10/33

Foto de: Sam Bloxham / Motorsport Images

Um funcionário da McLaren testou positivo para o Covid-19 e a equipe decidiu não participar do evento.

Um funcionário da McLaren testou positivo para o Covid-19 e a equipe decidiu não participar do evento.
11/33

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Lewis Hamilton criticou a decisão da categoria, dizendo que era chocante todos estarem ali para fazer uma corrida em meio à crise do coronavírus.

Lewis Hamilton criticou a decisão da categoria, dizendo que era chocante todos estarem ali para fazer uma corrida em meio à crise do coronavírus.
12/33

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Após braço de ferro político entre equipes e categoria, a decisão de cancelar o GP da Austrália veio faltando cerca de três horas para a entrada do primeiro carro na pista para o primeiro treino livre.

Após braço de ferro político entre equipes e categoria, a decisão de cancelar o GP da Austrália veio faltando cerca de três horas para a entrada do primeiro carro na pista para o primeiro treino livre.
13/33

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Pouco tempo depois, os GPs do Bahrein e Vietnã também foram adiados.

Pouco tempo depois, os GPs do Bahrein e Vietnã também foram adiados.
14/33

Foto de: FOM

Os GPs da Holanda e Espanha também foram postergados.

Os GPs da Holanda e Espanha também foram postergados.
15/33

Foto de: Tim Biesbrouck / Motorsport.com

Uma das jóias da Tríplice Coroa, o GP de Mônaco, foi cancelado. Poucos dias depois, o GP do Azerbaijão também foi adiado

Uma das jóias da Tríplice Coroa, o GP de Mônaco, foi cancelado. Poucos dias depois, o GP do Azerbaijão também foi adiado
16/33

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

O GP do Canadá também teve seu adiamento confirmado no início de abril. Agora, o GP da França é o primeiro do calendário, e está marcado para 28 de junho

O GP do Canadá também teve seu adiamento confirmado no início de abril. Agora, o GP da França é o primeiro do calendário, e está marcado para 28 de junho
17/33

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Para atenuar os efeitos de tantas mudanças no calendário, a F1 decidiu antecipar e aumentar, as férias de verão, indo de 14 para 35 dias

Para atenuar os efeitos de tantas mudanças no calendário, a F1 decidiu antecipar e aumentar, as férias de verão, indo de 14 para 35 dias
18/33

Foto de: Sam Bloxham / Motorsport Images

Além disso, FIA e F1 concordaram em introduzir o novo pacote de regulamentos que entrariam no próximo ano, a partir de 2022. Mas, segundo Christian Horner, há um movimento para adiar em mais um ano, para 2023, em preparação ao impacto que o Covid-19 terá na economia mundial

Além disso, FIA e F1 concordaram em introduzir o novo pacote de regulamentos que entrariam no próximo ano, a partir de 2022. Mas, segundo Christian Horner, há um movimento para adiar em mais um ano, para 2023, em preparação ao impacto que o Covid-19 terá na economia mundial
19/33

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Acompanhando a F1, a F2 e F3 também anunciaram suas primeiras provas como adiadas.

Acompanhando a F1, a F2 e F3 também anunciaram suas primeiras provas como adiadas.
20/33

Foto de: Carl Bingham / Motorsport Images

Outras categorias e provas nobres do calendário do automobilismo mundial também foram prejudicadas pelo coronavírus.

Outras categorias e provas nobres do calendário do automobilismo mundial também foram prejudicadas pelo coronavírus.
21/33

Foto de: Marc Fleury

As 24 Horas de Le Mans foi adiada para 19 de setembro.

As 24 Horas de Le Mans foi adiada para 19 de setembro.
22/33

Foto de: Rainier Ehrhardt

A etapa conjunta entre WEC e IMSA em Sebring foi cancelada e o WEC revisou seu calendário, jogando o final da temporada para novembro de 2020, com a próxima temporada iniciando apenas a partir de março de 2021

A etapa conjunta entre WEC e IMSA em Sebring foi cancelada e o WEC revisou seu calendário, jogando o final da temporada para novembro de 2020, com a próxima temporada iniciando apenas a partir de março de 2021
23/33

Foto de: Scott R LePage / Motorsport Images

O tradicional TT da Ilha de Man foi cancelado.

O tradicional TT da Ilha de Man foi cancelado.
24/33

Foto de: Dave Kneen

A Indy suspendeu as primeiras corridas em St Pete, Alabama, Long Beach e Austin.

A Indy suspendeu as primeiras corridas em St Pete, Alabama, Long Beach e Austin.
25/33

Foto de: Phillip Abbott / Motorsport Images

Na teoria, o campeonato começa no dia 6 de junho, no Texas. O circuito misto do Indianápolis Motor Speedway abrigará duas corridas, a primeira no dia 4 de julho e a segunda em 3 de outubro. Laguna Seca também ganhou uma rodada dupla e St. Pete deve fechar a temporada, ainda sem data

Na teoria, o campeonato começa no dia 6 de junho, no Texas. O circuito misto do Indianápolis Motor Speedway abrigará duas corridas, a primeira no dia 4 de julho e a segunda em 3 de outubro. Laguna Seca também ganhou uma rodada dupla e St. Pete deve fechar a temporada, ainda sem data
26/33

Foto de: IndyCar Series

As 500 Milhas de Indianápolis será no dia 23 de agosto.

As 500 Milhas de Indianápolis será no dia 23 de agosto.
27/33

Foto de: IndyCar Series

Na NASCAR, a maior categoria do automobilismo dos EUA, foram realizadas as primeiras quatro provas, mas a categoria espera retomar as atividades no final de maio

Na NASCAR, a maior categoria do automobilismo dos EUA, foram realizadas as primeiras quatro provas, mas a categoria espera retomar as atividades no final de maio
28/33

Foto de: NASCAR Media

No Brasil, a CBA suspendeu as atividades no país por tempo indeterminado.

No Brasil, a CBA suspendeu as atividades no país por tempo indeterminado.
29/33

Foto de: Duda Bairros

A Stock teve que adiar a abertura do campeonato, com a Corrida de Duplas e planeja voltar apenas no segundo semestre.

A Stock teve que adiar a abertura do campeonato, com a Corrida de Duplas e planeja voltar apenas no segundo semestre.
30/33

Foto de: Duda Bairros

A Porsche Cup realizou apenas sua primeira etapa em Interlagos e pretende voltar nos dias 22 e 23 de maio.

A Porsche Cup realizou apenas sua primeira etapa em Interlagos e pretende voltar nos dias 22 e 23 de maio.
31/33

Foto de: Luca Bassani

Endurance Brasil, Copa Truck, entre outras competições, também estão paralisadas.

Endurance Brasil, Copa Truck, entre outras competições, também estão paralisadas.
32/33

Foto de: Duda Bairros

Uma saída encontrada pelos campeonatos durante esse período de paralisações foi a realização de eventos virtuais. Fórmula 1, Indy, NASCAR, MotoGP, entre outros, estão organizando campeonatos para animar os fãs nesse período de quarentena

Uma saída encontrada pelos campeonatos durante esse período de paralisações foi a realização de eventos virtuais. Fórmula 1, Indy, NASCAR, MotoGP, entre outros, estão organizando campeonatos para animar os fãs nesse período de quarentena
33/33

Foto de: Uncredited

Pizzonia x Heidfeld: a verdade sobre a disputa marcada por mentiras e até "espionagem"

 

 

Próximo artigo
Heidfeld diz que Vettel superou Leclerc nas corridas em 2019

Artigo anterior

Heidfeld diz que Vettel superou Leclerc nas corridas em 2019

Próximo artigo

Piquet relembra duelo com Senna: "Eu ia jogar ele na arquibancada"

Piquet relembra duelo com Senna: "Eu ia jogar ele na arquibancada"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Jonathan Noble