Mercedes anuncia que Wolff segue como chefe por mais três anos; equipe confirma venda de ações para INEOS

Com isso, a patrocinadora da equipe passa a ser dona da Mercedes F1 em igualdade com Toto Wolff e Daimler

Mercedes anuncia que Wolff segue como chefe por mais três anos; equipe confirma venda de ações para INEOS

Em uma sexta que promete grandes anúncios para o mundo da Fórmula 1, os primeiros vieram da Mercedes. A equipe alemã confirmou que a empresa química INEOS, patrocinadora da temporada 2020, passa a ter um envolvimento maior com a marca, adquirindo um terço das ações da organização, passando a ter a mesma fatia de Toto Wolff e a Daimler. E a Mercedes ainda confirmou que Wolff segue como chefe e CEO por mais três anos.

Além da novela da renovação com Hamilton, a situação de Wolff também era acompanhada de perto pelo paddock. Apesar de ser acionista da equipe, dono de um terço das ações, o austríaco também passava por um processo de negociação de seu novo contrato e vinha falando em diversas ocasiões sobre como estava começando a ficar cansado da função.

Leia também:

Ao longo da temporada 2020, Wolff falava da possibilidade de assumir um cargo não-executivo enquanto treinava seu sucessor, para que não tivesse a obrigatoriedade de viajar a todas as etapas do ano.

"Dentro da nova estrutura, Toto Wolff manterá seus papéis de chefe de equipe e CEO por mais três anos, liderando as operações executivas da companhia e da equipe", disse a Mercedes em um comunicado. "Ele ainda terá a oportunidade de fazer a transição para uma nova função executiva dentro da organização quando decidir que é o momento ideal".

A aquisição de ações da INEOS não afeta a fatia que pertence a Wolff. Essas ações foram compradas da parte da Daimler. Com isso, as duas empresas e o austríaco passam a ser parceiros dentro da estrutura da equipe. 

O envolvimento maior da INEOS com a equipe já era esperado. Desde setembro já haviam rumores inclusive de uma possível compra da equipe pela empresa, algo que foi descartado por Toto Wolff.

Toto Wolff, Mercedes AMG F1 Director of Motorsport, Sir Jim Ratcliffe, Chairman Ineos

Toto Wolff, Mercedes AMG F1 Director of Motorsport, Sir Jim Ratcliffe, Chairman Ineos

Photo by: Daimler AG

A Mercedes ainda confirmou que a equipe seguirá sendo uma equipe oficial da montadora alemã e continuará utilizando chassi e motores Mercedes pelos próximos anos.

Wolff celebrou o "início de um novo capítulo" da equipe Mercedes.

"Estou muito feliz de começar esse novo capítulo da equipe Mercedes na Fórmula 1. A equipe é como uma família para mim. Passamos por muitos altos e baixos juntos e não consigo me imaginar trabalhando com um grupo melhor de pessoas no esporte, e estou muito feliz de seguir com eles nessa nova era".

"O novo investimento da INEOS confirma que o case de negócios para as equipes de Fórmula 1 é robusto e manda um sinal importante de confiança para o esporte após um ano desafiador. Estou animado por receber Jim, Andy e John como os novos co-donos; eles construíram uma das empresas mais lucrativas no mundo e possuem o espírito do empreendedorismo. Sua experiência fortalecerá nossa direção para os próximos anos".

"Além disso, é um privilégio manter minha parceria com Ola, Markus Schäfer e a Mercedes Benz por mais alguns anos. Estamos orgulhosos por acrescentar à história de prestígio da marca no esporte a motor desde 2010 e compartilhamos um objetivo conjunto de levar a organização ainda mais adiante nos próximos anos".

O CEO da Daimler, Ola Kallenius, afirmou que a compra das ações prova que a empresa vê um potencial de crescimento e desenvolvimento ainda maior da equipe no futuro, confirmando um comprometimento a longo prazo da organização com a F1.

"Estamos felizes em receber a INEOS em nossa aventura conjunta na F1 como acionista. É um final de força de nossa organização em Brackley, podendo atrair investidores de prestígio como a INEOS, que vê um potencial real de crescimento e desenvolvimento futuro da equipe".

"Seguimos comprometidos com a F1 e o teto orçamentário, além da nova estrutura de acionistas nos coloca em uma posição ainda mais forte para seguirmos nossa história de sucesso. Com um alinhamento ainda mais próximo da divisão de performance da Mercedes-AMG a partir de 2021, e a contínua liderança de Toto, o futuro é ainda mais brilhante para a Mercedes na F1".

Jim Ratcliffe, presidente-executivo da INEOS falou sobre a oportunidade única que se abriu para a empresa.

"Grandes desafios fazem parte de nosso pensamento na INEOS e nosso envolvimento em diversas categorias esportivas mostram que sempre buscamos o melhor. Quando entramos na F1 mais cedo neste ano, optamos por fazer isso com a Mercedes, que vinha criando novos patamares e, desde então, vínhamos falando sobre aumentar nossa participação".

"Essa é uma oportunidade única de fazer um investimento financeiro em uma equipe que está no topo do espore e que tem potencial para crescer ainda mais no futuro. Não poderíamos esperar por parceiros melhores que a Mercedes-Benz e uma equipe de vencedores liderada por Toto".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

EXCLUSIVA COM LECLERC: Saiba como admiração de pai de piloto por Senna influenciou estrela da F1

PODCAST: Como ficará marcada a temporada de 2020 da F1?

 

compartilhar
comentários
Revista de propriedade da Red Bull relata chegada de Pérez à equipe

Artigo anterior

Revista de propriedade da Red Bull relata chegada de Pérez à equipe

Próximo artigo

Colocando em números: onde Vettel se posiciona na história da Ferrari na F1?

Colocando em números: onde Vettel se posiciona na história da Ferrari na F1?
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Redação Motorsport.com