Pérez 'levou' carro da Red Bull para F1 2023 "a uma certa direção"

"Tenho pressionado o time em uma certa direção e cremos que estamos indo nessa direção. Mas vamos ver..."

Sergio Perez, Red Bull Racing

Piloto de Fórmula 1 da Red Bull, o mexicano Sérgio Perez disse que tentou empurrar a equipe "em uma certa direção" para garantir que seu novo carro, o RB19, seja mais adequado para seu estilo de pilotagem.

Perez se juntou à Red Bull para a temporada 2021 para substituir o anglo-tailandês Alex Albon, mas, assim como Albon e seu antecessor Pierre Gasly, da França, o mexicano achou difícil se aproximar do companheiro holandês Max Verstappen e extrair o máximo das máquinas da Red Bull.

O editor recomenda:

Em 2022, Pérez teve um bom início em relação a Verstappen no RB18, com direito a pole na Arábia Saudita e uma vitória em Mônaco, que aconteceu no fim de semana em que o piloto de 33 anos assinou um novo contrato de dois anos com a Red Bull até o final de 2024.

Mas com a Red Bull conseguindo cortar peso do carro, Verstappen foi capaz de se adaptar ainda mais ao RB18. Por outro lado, à medida que o desenvolvimento do carro avançava, Pérez admitiu que ficou menos confortável com o modelo do que no início da temporada.

Embora tenha se recuperado no final de 2022, ele perdeu o vice-campeonato para Charles Leclerc, monegasco da Ferrari, na batalha pelo segundo lugar entre os pilotos, ainda que a RBR tenha garantido o título de construtores com muita folga e antecipação.

Red Bull Racing RB19

Red Bull Racing RB19

Photo by: Red Bull Content Pool

Quando questionado, no lançamento da Red Bull para a F1 2023, se conseguiu resolver seus problemas com a equipe a fim de evitar uma queda semelhante na forma, Pérez disse: “Sim, certamente".

“Acreditamos que o carro vai melhorar. Tenho pressionado o time em uma certa direção e cremos que estamos indo nessa direção. Mas vamos ver... Assim que pegarmos o carro, trata-se de nos adaptarmos e tentarmos maximizá-lo."

Pérez assumiu a responsabilidade por algumas de suas dificuldades em 2022 e disse que até o final do ano seu lado da garagem entendeu em que aspectos cometeu erros no acerto do carro do ano passado.

"Aprendendo com os erros que cometemos, acho que às vezes tomamos a direção errada com o acerto e isso é muito importante para nós entendermos. Acho que descobrimos no final o que estávamos fazendo com o carro, então isso foi crucial. Acho que estamos indo na direção certa."

Como a Red Bull-Ford impacta Honda, Porsche e toda a F1; veja debate

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast: com 'boom' de montadoras, F1 vive melhor fase da história? 

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Ferrari usa voz política e Red Bull-Ford não terá benefícios totais de novo fornecedor
Próximo artigo F1: Após fala polêmica de Ecclestone, filha de Reutemann diz que reivindicará título de 1981, de Piquet, para o pai; entenda

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil