Pilotos da F1 se dizem preocupados com falta de ultrapassagens em Zandvoort

compartilhar
comentários
Pilotos da F1 se dizem preocupados com falta de ultrapassagens em Zandvoort
Por:
15 de mai de 2019 13:34

Competidores com experiência no circuito holandês acreditam que provas no novo GP da Holanda provavelmente serão como procissões, apesar da pista ser "incrível de se pilotar"

A grande notícia da semana do mundo da F1 foi o anúncio oficial do retorno do GP da Holanda, no circuito de Zandvoort, que recebeu a categoria pela última vez em 1985.

Entre os pilotos do grid atual, Daniel Ricciardo, da Renault, estava entre os que não estavam convencidos de que o desenho da pista seja propício para corridas de F1 modernas.

Leia também:

Ricciardo disputou provas da F3 Masters em Zandvoort em 2008 e 2009, e também pilotou um carro da Red Bull em demonstrações.

"Estou sendo honesto aqui, a pista é bastante impressionante", disse o piloto da Renault. "É de alta velocidade, é da velha escola, tem que ter colhões. Do ponto de vista de condução, tudo bem. Mas quão rápido é e quão estreitos são alguns lugares, eu não acho que seria tão fácil para ultrapassar. Este é apenas o meu sentimento inicial.”

“Com as velocidades que vamos agora, seguir outro carro será muito difícil. Essa é a reserva que tenho. Acho que vai ser como uma procissão, caso contrário, a pista é legal.”

"Estou um pouco dividido. Guiar será divertido, mas competir - com a largura dos carros atuais, é como provavelmente um circuito de rua. Vai ser complicado fazer uma corrida realmente emocionante.”

Nico Hulkenberg, que venceu a F3 Masters de 2008 e também competiu no Zandvoort pela A1 GP, compartilhou as preocupações de seu companheiro de equipe sobre as ultrapassagens.

"Eu amava Zandvoort nos meus tempos de júnior na F3", disse o alemão. “Boas lembranças de uma pista legal, uma ótima localização e, obviamente, os holandeses estão sempre animados e prontos para uma boa festa.”

“A Scheivlak é uma curva que era uma curva onde você tinha que ser corajoso, eu tenho certeza que vai ser maciçamente rápida na F1, então vai ser divertido e interessante ver esses carros lá.”

“Mas mesmo na F3, ultrapassar era uma tarefa quase impossível. O layout da pista não foi o mais convidativo para ultrapassagens, infelizmente.”

Daniil Kvyat, da Toro Rosso, correu em Zandvoort em várias de categorias júnior durante sua carreira: Fórmula BWM, Fórmula Renault e F3.

Mas enquanto o local está entre seus favoritos, ele também admite que passar outros pilotos será um desafio.

"Foi a primeira coisa que pensei, que ultrapassar poderia ser um problema, porque tem muitas curvas impressionantes de alta velocidade, mas com carros modernos é obviamente difícil de seguir", disse Kvyat.

"A pista é incrível de guiar, honestamente. Na F3 era minha pista favorita, mas sim, esse é o ponto de interrogação sobre isso."

O piloto da Mercedes, Valtteri Bottas, que venceu a F3 Masters em 2009 e 2010, disse que vai gostar do desafio de uma pista que pune erros.

"É um ótimo circuito, das antigas que os pilotos adoram", disse o finlandês. “Cometer erros lá na parte de alta velocidade pode ser muito penalizante, e achamos que estamos nos arriscando um pouco mais nessa pista, o que é uma ótima sensação para um piloto.”

“Estou ansioso por isso. Mesmo nas corridas de F3 havia muita gente, muitos espectadores, boa atmosfera. Eu tenho boas lembranças de lá. Vai ser legal.”

Valtteri Bottas, Masters of F3

Valtteri Bottas, Masters of F3

Photo by: Stella-Maria Thomas

Próximo artigo
Ferrari: Soluções rápidas são possíveis para “deficiências óbvias” de carro atual

Artigo anterior

Ferrari: Soluções rápidas são possíveis para “deficiências óbvias” de carro atual

Próximo artigo

Dono da Haas se diz frustrado por ter problemas com temperatura de pneus

Dono da Haas se diz frustrado por ter problemas com temperatura de pneus
Carregar comentários
Seja o primeiro a receber as últimas notícias