Pré-temporada F1 2022: Hamilton bate Russell e é o mais rápido dos testes de Barcelona

Veterano também foi quem mais deu voltas, ficando à frente de seu compatriota e novo companheiro; veja os tempos

Carregar reprodutor de áudio

Heptacampeão da Fórmula 1, o britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, liderou o último dia dos testes de pré-temporada em Barcelona e, com a marca de 1min19s138, foi o piloto mais rápido de todas as atividades deste ano na Espanha. 

O editor recomenda:

Ele ficou à frente de seu compatriota e novo parceiro George Russell, que registrou 1min19s233, também com os pneus C5, e colocou a Mercedes no 2º lugar em termos de voltas dadas. O top 3 foi fechado pelo mexicano Sergio Pérez, que 'virou' 1min19s556 com a Red Bull, usando compostos C4.

 

Com as borrachas da gama C3, o atual campeão Max Verstappen, holandês da Red Bull, fez o quarto melhor tempo, na casa de 1min19s756. Quem completou os cinco primeiros foi o tetracampeão Sebastian Vettel, alemão da Aston Martin (veja a tabela de classificação completa mais abaixo).

Uma baixa do período da tarde em Barcelona foi a Alpine. A equipe francesa já havia confirmado que não participaria da sessão vespertina. Pela manhã, com o espanhol Fernando Alonso a bordo, o carro teve problemas e um princípio de incêndio, contido pelos fiscais. Mas o dano acabou sendo maior do que o esperado, não sendo resolvido a tempo de colocar o francês Esteban Ocon na pista até o fim do dia.

No período matutino, as quatro horas de sessão não correram da forma mais tranquila possível, com um total de cinco bandeiras vermelhas interrompendo as atividades de pista. Primeiro foi justamente por causa de Alonso, com sua Alpine pegando fogo e fazendo os fiscais trabalharem.

Depois, Pierre Gasly, da AlphaTauri, ficou com o carro parado no primeiro setor. Pouco após o problema com o francês, foi a vez do novato chinês Guanyu Zhou, com a Alfa Romeo. Ele acabou rodando na curva 10 e ficou parado na caixa de brita.

O chinês ainda provocou uma quarta paralisação, ao ficar parado no último setor da pista. A última bandeira vermelha efetivamente encerrou a sessão. A sete minutos do fim, foi a vez de Vettel ficar parado na pista, com problemas no motor. Além das bandeiras vermelhas, outros problemas atrapalharam os programas de cada equipe, como a Haas, que interrompeu suas atividades da manhã devido a um vazamento no carro do russo Nikita Mazepin.

Classificação final da sexta-feira em Barcelona:

Piloto - Equipe - Melhor Volta - Composto Usado - Voltas Completadas
  1. Hamilton, Mercedes, 1m19.138s, C5 - 89 voltas
  2. Russell, Mercedes, 1m19.233s, C5 - 66
  3. Perez, Red Bull, 1m19.556s, C4 - 68
  4. Verstappen, Red Bull, 1m19.756s, C3 - 59
  5. Vettel, Aston Martin, 1m19.824s, C5 - 48
  6. Leclerc, Ferrari, 1m19.831s, C3 - 44
  7. Sainz, Ferrari, 1m20.072s, C3 - 86
  8. Albon, Williams, 1m20.318, C4 - 88
  9. Latifi, Williams, 1m20.699s, C4 - 13
  10. Ricciardo, McLaren, 1m20.750, C3 - 80
  11. Norris, McLaren, 1m20.827s, C3 - 52
  12. Alonso, Alpine, 1m21.242s, C3 - 12
  13. Zhou, Alfa Romeo, 1m21.939s, C3 - 41
  14. Gasly, AlphaTauri, 1m22.469s, C4 - 40
  15. Mazepin, Haas, 1m26.229s, C3 - 9
  16. Bottas, Alfa Romeo, 1m30.433s, C3 - 10

F1 2022: GUERRA na Ucrânia TRAZ CONSEQUÊNCIAS no paddock; SAIBA como foi o dia em BARCELONA

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #163 - Rico Penteado destrincha carros de 2022 da F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Pietro Fittipaldi será primeira opção na ausência de Mazepin, diz chefe da Haas
Artigo anterior

F1: Pietro Fittipaldi será primeira opção na ausência de Mazepin, diz chefe da Haas

Próximo artigo

F1: Hamilton diz que Mercedes teve que superar "obstáculos" durante testes

F1: Hamilton diz que Mercedes teve que superar "obstáculos" durante testes