Fórmula 1 GP do Catar

Preocupação com pneus força F1 a alterar programação do sábado no GP do Catar; entenda

Pilotos terão um treino livre extra de 10 minutos de aclimatação com as novas mudanças antes do início da classificação para a sprint

Sergio Perez, Red Bull Racing RB19, Liam Lawson, AlphaTauri AT04

Após o primeiro dia de atividades em Losail, as análises da Pirelli revelaram evidências de separação na parede lateral entre o composto de cobertura e as cordas da carcaça, o que causou preocupação na Fórmula 1. Por isso, a categoria anunciou uma mudança na programação do dia, com a realização de um treino livre extra, além de considerar a obrigatoriedade de três paradas no GP.

Em 2021, o GP do Catar também trouxe preocupações com os pneus, com os abandonos de Valtteri Bottas e Nicholas Latifi devido à problemas. E, agora, em 2023, esse problema aparenta estar de volta, mas de outra forma.

Leia também:

Um comunicado divulgado pela FIA sugeriu que esse problema pode levar a perda de ar caso os pneus seja usados em excesso. As indicações iniciais apontam que o problema foi causado pelo novo design das zebras introduzidas em Losail.

"Esse problema possivelmente foi causado pela interferência de alta frequência entre a parede lateral do pneu e as zebras 'pirâmides' de 50mm usadas extensivamente neste circuito, agravado pela propensão a utilizar tais zebras", explicou.

Esse problema preocupa a FIA o suficiente para introduzir uma mudança na programação do sábado junto da F1, com a introdução de um novo treino extra para avaliar a situação. No comunicado, a FIA disse que está avaliando diversas medidas para evitar problemas no GP.

Segundo a Federação, os limites de pista nas curvas 12 e 13 seriam revisados, e um treino de 10 minutos para familiarização acontecerá às 16h, horário local, no sábado (10h em Brasília) - adiando o início da classificação da sprint para 16h20, 20 minutos após o originalmente programado.

Oscar Piastri, McLaren MCL60, in the pit lane

Oscar Piastri, McLaren MCL60, in the pit lane

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Após a corrida sprint do sábado, serão feitas novas análises dos pneus para decidir se é preciso tomar mais ações para o GP. Se houver sinais de mais problemas, a FIA pode forçar o uso máximo dos pneus para o domingo por questões de segurança.

Caso isso seja forçado, a vida do pneu não poderá exceder 20 voltas para novos jogos na corrida, podendo subir para 22 para pneus usados colocados na corrida, considerando as voltas na classificação. Assim os pilotos seriam obrigados a fazer pelo menos três paradas no GP.

Confira a programação atualizada do GP do Catar de F1:

Fórmula 1

Dia Horário (Brasília) Transmissão
Treino Livre Sexta-feira 10h30 Bandsports
Classificação Sexta-feira 14h Bandsports
Treino Livre Extra Sábado 10h Bandsports
Classificação Sprint Sábado 10h20 Bandsports
Corrida Sprint Sábado 14h30 Band / Bandsports
Corrida Domingo 14h Band

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #250 – Andretti é aprovada pela FIA para F1. E agora?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Após quali, Hamilton, Verstappen e Sainz são convocados pela FIA, mas sem punições de grid; Carlos é só advertido no Catar
Próximo artigo F1: Hamilton crê que limites de pista poderiam acabar no Catar; entenda

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil