Fórmula 1 GP do Catar

F1: Hamilton crê que limites de pista poderiam acabar no Catar; entenda

Heptacampeão mundial elogia zebras do circuito de Losail, que ‘pune’ automaticamente pilotos que saem do asfalto

Sir Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

Lewis Hamilton disse que a FIA pode aprender com a configuração do circuito do GP do Catar para eliminar os limites de pista.

Atrás do pole position Max Verstappen, que conquistará seu terceiro título se marcar três pontos na corrida sprint deste sábado em Losail, os pilotos da Mercedes, George Russell e Hamilton, conquistaram o segundo e o terceiro lugares na classificação na noite desta sexta-feira para o GP do Catar de Fórmula 1.

Leia também:

Mas a dupla só foi promovida depois que os pilotos mais rápidos da McLaren, Lando Norris e Oscar Piastri, tiveram seus tempos finais do Q3 excluídos por violações dos limites de pista.

Falando na coletiva de imprensa pós-classificação, Hamilton achou que Norris deveria ter ocupado seu lugar. Ele também disse que as zebras do Catar, que punem imediatamente os pilotos que saem da pista, forneceram um modelo para que a FIA pudesse considerar a eliminação dos limites de pista.

Isso, teoricamente, evitaria qualquer confusão durante o período em que a FIA precisa excluir os tempos das voltas e ajustar a classificação.

"Acho que essas zebras novas são ótimas", disse o heptacampeão. "Quando eu andei pelo circuito ontem na scooter, achei que elas pareciam bastante grandes.

"Mas acho que elas são realmente boas. Quando você ultrapassa o ponto mais alto da zebra, você perde tempo, então eu não acho que precisamos ter limites de pista neste circuito.

"É algo que os novos comissários trouxeram há alguns anos. O Lando deveria estar aqui.

"Acho que podemos considerar essas zebras como uma boa aprendizagem. Podemos levá-las para vários outros circuitos."

Durante o GP da Áustria nesta temporada, a FIA teve que analisar mais de 1200 possíveis infrações aos limites de pista, encontrou 83 casos e aplicou 15 penalidades de tempo.

Hamilton acredita que o traçado do Catar, em que os pilotos perdem tempo de qualquer maneira ao sair da pista, poderia ser usado em outros circuitos para evitar que cenários semelhantes se repitam.

Ele disse: "Obviamente, a MotoGP [que corre em Losail] não tem problemas com essas zebras, e podemos usá-las, por exemplo, na Áustria.

"Quando você as ultrapassa, você deveria poder aproveitar o máximo possível, mas quando as ultrapassa, você perde tempo. Portanto, não deveria ser a linha branca o limite, mas de qualquer forma, não cabe a mim decidir."

Verstappen acrescentou: "Acho que essas zebras são um pouco melhores. Eu não acho que as pessoas que saíram da pista realmente ganharam tempo.

Veja DEBATE sobre o quali para o GP do Catar; sessão desta sexta vale pro grid de domingo

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #250 – Andretti é aprovada pela FIA para F1. E agora?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Preocupação com pneus força F1 a alterar programação do sábado no GP do Catar; entenda
Próximo artigo F1 AO VIVO: Acompanhe a classificação para a sprint do GP do Catar em Tempo Real

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil