Fórmula 1
29 ago
-
01 set
Evento encerrado
05 set
-
08 set
Evento encerrado
19 set
-
22 set
Evento encerrado
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
31 out
-
03 nov
Próximo evento em
11 dias
14 nov
-
17 nov
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
39 dias

Red Bull deve revelar parceiro de Kvyat em dezembro

compartilhar
comentários
Red Bull deve revelar parceiro de Kvyat em dezembro
Por:
30 de out de 2018 21:47

Franz Tost, chefe da Toro Rosso, espera que a Red Bull revele quem será o companheiro de Kvyat em dezembro

Pierre Gasly, Scuderia Toro Rosso, and Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso
Brendon Hartley, Toro Rosso STR13
Brendon Hartley, Toro Rosso on the drivers parade
Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso
Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso
Brendon Hartley, Toro Rosso STR13

Daniil Kvyat foi escolhido para substituir o novo piloto da Red Bull Racing, Pierre Gasly, na Toro Rosso em 2019, mas a equipe ainda precisa confirmar quem ocupará a segunda vaga.

O titular da equipe Brendon Hartley conquistou seu melhor resultado na F1 em Austin, terminando em nono, graças à desclassificação de Esteban Ocon e Kevin Magnussen.

Mas enquanto o piloto da Nova Zelândia tem insistido que fez o suficiente para garantir um assento em 2019, a Red Bull tem explorado outras opções e segue em negociações com a Nissan Fórmula E para ter Alex Albon, seu candidato favorito.

Leia também:

Falando antes do GP do México, o chefe da Toro Rossi, Franz Tost sugeriu que a Red Bull esperaria até o final da atual temporada de F1, que termina no final de novembro, antes de confirmar a formação de sua equipe satélite para 2019.

"Temos que esperar a temporada terminar para ter uma imagem clara", disse Tost. "Em dezembro, a Red Bull decidirá a formação dos pilotos da Toro Rosso."

O consultor da Red Bull, Helmut Marko, disse no mês passado que Hartley precisava derrotar Gasly para renovar, e depois do que o neozelandês fez no GP dos EUA, Tost disse que ele precisava aproveitar esse resultado.

"Ele fez uma boa corrida em Austin, mas, se você olhar os resultados, ele tem quatro pontos e Pierre tem 28. Isso significa que precisa melhorar seu desempenho se quiser continuar na equipe."

Informações adicionais de Scott Mitchell

Próximo artigo
Vettel: 2018 pode ter sido ano mais difícil para mim

Artigo anterior

Vettel: 2018 pode ter sido ano mais difícil para mim

Próximo artigo

Raikkonen: “Besteira” na cobertura da imprensa atrapalha F1

Raikkonen: “Besteira” na cobertura da imprensa atrapalha F1
Carregar comentários