Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
64 dias
06 mai
Próximo evento em
106 dias
20 mai
Próximo evento em
120 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
134 dias
10 jun
Próximo evento em
141 dias
24 jun
Próximo evento em
155 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
162 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
176 dias
29 jul
Próximo evento em
190 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
218 dias
02 set
Próximo evento em
225 dias
09 set
Próximo evento em
232 dias
23 set
Próximo evento em
246 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
253 dias
07 out
Próximo evento em
260 dias
21 out
Próximo evento em
274 dias
28 out
Próximo evento em
281 dias
05 nov
Próximo evento em
289 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
302 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
317 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
326 dias

Red Bull: diminuição da pressão aerodinâmica da F1 2021 poderia ser ainda maior

compartilhar
comentários
Red Bull: diminuição da pressão aerodinâmica da F1 2021 poderia ser ainda maior
Por:

Comandante do time de energéticos crê que desenvolvimento das equipes reverterá a redução do downforce

O chefe da equipe Red Bull, Christian Horner, acredita que a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) poderia ter diminuído ainda mais a pressão aerodinâmica dos carros da Fórmula 1 no regulamento para 2021.

Antes do início da temporada 2020, uma revisão das regras do assoalho foi acordada a fim de reduzir o chamado downforce e permitir que a Pirelli use os mesmos pneus pelo terceiro campeonato consecutivo, reduzindo as cargas nos compostos.

O editor recomenda:

Mais recentemente, após os problemas de pneus vistos em Silverstone, várias outras pequenas revisões foram feitas nos regulamentos aerodinâmicos de 2021, contribuindo para uma redução geral de cerca de 10% na pressão aerodinâmica.

Entretanto, Horner diz que a redução poderia ter sido ainda maior, já que as equipes inevitavelmente recuperarão a força aerodinâmica perdida com o desenvolvimento, embora ele tenha reconhecido que sempre há um custo financeiro associado a qualquer mudança.

"É um pouco complicado. Acho que as equipes vão recuperar toda a força aerodinâmica. Mas é claro que, sempre que você muda algo, há custos, porque tudo o que você muda cria despesas, então é preciso encontrar esse equilíbrio.”

O chefe da AlphaTauri, Franz Tost, também acha que o downforce perdido será recuperado no decorrer de 2021: “Com a velocidade de desenvolvimento na F1, eu não ficaria surpreso se o nível de downforce fosse o mesmo."

No entanto, o chefe da equipe Alfa Romeo, Fred Vasseur, disse que os cortes de downforce não são insignificantes. "Com certeza terá um grande impacto e provavelmente também é necessário para os pneus. Acho que foi a jogada certa da FIA”, opinou.

Hamilton na RBR? Wolff fora da Mercedes? A 'metralhadora' de Jordan e mais da F1 com Alonso e cia; assista ao RETA FINAL desta segunda-feira

PODCAST: Após 'comemorar' GP 1000, qual é o tamanho da crise da Ferrari?

 

.

Related video

Chefe da Haas: F1 deve considerar 'zona de relargada' como a da NASCAR

Artigo anterior

Chefe da Haas: F1 deve considerar 'zona de relargada' como a da NASCAR

Próximo artigo

Villeneuve diz que “a Ferrari poderia ter sido a Mercedes de hoje”

Villeneuve diz que “a Ferrari poderia ter sido a Mercedes de hoje”
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Red Bull Racing
Autor Adam Cooper