Fórmula 1
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
63 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
77 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
84 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
112 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
140 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
147 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
161 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
168 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
182 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
196 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
203 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
217 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
231 dias

Ricciardo explica por que rejeitou proposta da Red Bull e assinou com Renault

compartilhar
comentários
Ricciardo explica por que rejeitou proposta da Red Bull e assinou com Renault
18 de jan de 2019 09:29

Impasse com duração de contrato e desconfiança fizeram australiano olhar com mais cuidado para proposta da Renault: “Me parecia algo que pode dar certo.”

Daniel Ricciardo detalhou por que decidiu deixar a Red Bull e se juntar à Renault na temporada de 2019 da F1.

O australiano surpreendeu o mundo da F1 nas férias de agosto do ano passado, quando anunciou que trocaria de equipe e passaria a integrar a operação de fábrica da marca francesa.

Em entrevista ao site da revista americana RACER, o piloto explicou que uma desconfiança com a Red Bull, mais uma apresentação atrativa por parte da Renault o fizeram eliminar suas dúvidas.

“Obviamente eu sabia que as opções estavam se encolhendo. Àquela altura, eu sabia que a Mercedes não aconteceria, nem a Ferrari, então eu sabia que eu estava entre a Red Bull, McLaren e Renault. Eu ainda não tinha certeza”, disse.

Ricciardo detalhou as negociações com a Red Bull e os motivos pelos quais não se sentiu atraído a permanecer. “Havia algumas coisas. O que eu estava rebatendo originalmente era que eles queriam um contrato de dois anos, porque eu havia questionado se eu queria fazer mais um ano lá, então fazer dois anos... Eu estava preocupado comigo pessoalmente, com minha motivação.”

“Eu estava pensando: se a Honda não funcionar, o próximo ano será um ano de frustração. Então, será que eu vou querer fazer mais um ano disso ou vou ficar cheio?”

“Então, inicialmente o acordo de dois anos era algo que me preocupava, então eu tentei forçar para que fosse [um contrato] de um ano, e, se a Honda funcionar, ótimo, renovaremos. Fácil.”

“Mas aí um ano me pareceu arriscado. Senti que eu não estava conquistando nada por assinar por um ano. Não sei, apenas não acrescentou em nada. Então, o que eu pensei que eu queria, na verdade eu não queria. Então, não havia nada para mim. O contrato de dois anos não era algo que eu queria, e o contrato de um ano me colocaria nessa posição novamente daqui a 12 meses, e não quero estar nessa posição de novo, porque chega a um ponto que começa a desgastar.”

Ricciardo, então, explicou como que decidiu entre Renault e McLaren. “A McLaren como um grupo é muito legal. Definitivamente gostei muito deles”, comentou. Mas obviamente eles irão admitir que ainda não estão lá, que parecia algo otimista demais àquela altura. Então, isso meio que os eliminou.”

“Já a apresentação e tudo mais que a Renault fez, me pareceu... Sabemos que eles ainda têm um trabalho pela frente com o chassi e o motor, mas o que eles mostraram, aquilo que fizeram nos últimos dois anos, quando eles puseram tudo no papel, a trajetória deles me pareceu realista. Me parecia ser algo que pode dar certo.”

Próximo artigo
Ricciardo não se deixa enganar por recorde negativo de Hulkenberg

Artigo anterior

Ricciardo não se deixa enganar por recorde negativo de Hulkenberg

Próximo artigo

Ainda dá tempo para você adquirir um relógio da Coleção Piola SHIFT

Ainda dá tempo para você adquirir um relógio da Coleção Piola SHIFT
Carregar comentários