Sensação da Indy, Pato O'Ward acredita ter dois anos para conseguir vaga na F1

Mexicano correu pela McLaren nos testes de pós-temporada em Abu Dhabi e sentiu ter dado mais um passo rumo à categoria

Sensação da Indy, Pato O'Ward acredita ter dois anos para conseguir vaga na F1
Carregar reprodutor de áudio

Pato O’Ward acredita que tem um "máximo de dois anos" para entrar na Fórmula 1, mas fará "tudo que puder para que isso aconteça" após seu primeiro teste da McLaren. O piloto da equipe na Indy participou do teste de jovens em Abu Dhabi na terça-feira como uma recompensa por marcar sua vitória inédita no início deste ano, depois de apostar com o CEO do grupo, Zak Brown.

O mexicano completou 92 voltas no MCL35M no circuito de Yas Marina e disse que achou a experiência "viciante", superando todas suas expectativas.

Leia também:

O’Ward disse anteriormente que "estaria mentindo" se falasse que não havia pensado em uma possível mudança da Indy para a F1 no futuro, chamando a categoria de "o topo do topo".

Após seu teste em Abu Dhabi, Pato achava que havia uma janela de apenas dois anos para ele pensar em fazer a mudança para a divisão, mas que estava determinado a fazer isso acontecer.

"Para ser bem honesto, sem dúvida, há no máximo mais dois anos para que eu seja capaz de entrar no cenário da Fórmula 1", disse O’Ward ao Motorsport.com em Abu Dhabi. "Não há muito mais tempo, vou fazer tudo o que puder para que isso aconteça, porque é o topo do topo. Tudo começou com um sonho, que era chegar à F1."

"Esse objetivo se espalhou em diferentes séries, corrida de resistência e a Indy, mas tudo começou com aquele primeiro. E eu estaria mentindo se dissesse que não quero. Vou fazer absolutamente tudo o que puder e acelerar ao máximo para ter certeza de que não vou deixar para trás."

"Você tem que aceitar e tem que tentar. Se eu não fizer isso, vou me arrepender pelo resto da minha vida."

Pato O'Ward, McLaren MCL35M

Pato O'Ward, McLaren MCL35M

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Embora O’Ward tenha dito que se sentiu mais perto de fazer a mudança após seu primeiro teste de F1, ele reconheceu que há "muito mais etapas que precisam ser tomadas a fim de realmente conseguir o assento": "Acho que foi um primeiro passo muito bom", comentou.

O mexicano retornará à Indy em 2022 com a McLaren depois de terminar em terceiro no campeonato deste ano, marcando duas vitórias e terminando em quarto nas 500 milhas de Indianápolis. Ele deve correr nas 12 Horas do Golfo ao lado de Brown no próximo mês, mas depois voltará toda a atenção para a categoria americana.

"Vou retornar à Indy, me preparar e começar a temporada. É hora de ganhar algumas corridas”, disse O’Ward. "Tenho que lutar por outro campeonato e vamos ver se deixamos nosso carro mais rápido. Queremos disputar o título mais uma vez e tentar novamente nas 500 milhas."

Após 'PROVOCAÇÃO' a Hamilton, NELSINHO PIQUET fala de POLÊMICO "patrão é meuzovo" e celebra por Max

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #152: Qual tamanho do título de Verstappen após derrotar Hamilton?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Câmera na viseira dos pilotos deve aparecer em mais corridas no próximo ano
Artigo anterior

F1: Câmera na viseira dos pilotos deve aparecer em mais corridas no próximo ano

Próximo artigo

F1: Marko compara Verstappen a Senna e não vê "perigo" da Mercedes em renovação de contrato

F1: Marko compara Verstappen a Senna e não vê "perigo" da Mercedes em renovação de contrato
Carregar comentários