Fórmula 1
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
19 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
33 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
61 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
68 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
82 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
96 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
103 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
117 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
124 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
138 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
152 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
180 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
187 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
201 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
208 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
222 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
236 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
243 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
257 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
271 dias

Stroll: ano foi de participação, não de competição

compartilhar
comentários
Stroll: ano foi de participação, não de competição
22 de dez de 2018 11:56

Canadense, de mudança para a Force India, detalha temporada de frustrações e considera que teve “pequenos pontos altos’

Lance Stroll vê a campanha da Williams na F1 em 2018 como uma temporada de “participação”, e não de competição, devido às limitações do carro.

O time inglês disputou a última temporada com uma jovem dupla, formada por Stroll e Sergey Sirotkin. O modelo FW41, porém, apresentou um comportamento complicado na pista, sendo que a equipe registrou apenas sete pontos (seis com Stroll, um com Sirotkin) e foi a última colocada no Mundial de Construtores.

Segundo o canadense, chegar às provas com chances pequenas de pontos simbolizava a situação. “Foi um ano muito frustrante para todos. Todos viemos para competir, mas neste ano nós não competimos, na verdade. Foi mais uma temporada de participação do que uma real temporada de competição”, disse, segundo o site RaceFans.

Mesmo assim, Stroll considera que a campanha teve seus destaques, mesmo que nem sempre percebidos pelas pessoas. “Ainda tivemos nossos pequenos pontos altos durante o ano. Sei que foi difícil de ver de fora, porque estávamos lutando por 12º, 13º, 14º, 15º em vez de 19º, 20º todo fim de semana.”

“Mas houve dias em que marcamos nossos pontos: na Itália, no Azerbaijão. Fui ao Q2 algumas vezes, e estes foram os pontos altos do ano.”

Em 2019, Stroll estará na Force India ao lado de Sergio Pérez, enquanto que a Williams contará com George Russell e Robert Kubica.  

Próximo artigo
Horner: “Regras estáveis” são melhor caminho para grid competitivo

Artigo anterior

Horner: “Regras estáveis” são melhor caminho para grid competitivo

Próximo artigo

Alonso: Mudanças no carro de 2018 renderam "apenas desvantagens"

Alonso: Mudanças no carro de 2018 renderam "apenas desvantagens"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Lance Stroll Compre Agora
Equipes Williams