Stroll: sou completamente diferente em relação a 2017

Canadense destaca evolução em sua primeira temporada completa na F1 e se diz muito mais bem preparado para nova campanha

Stroll: sou completamente diferente em relação a 2017
Lance Stroll, Williams FW40
Lance Stroll, Williams FW40
Lance Stroll, Williams FW40
Paddy Lowe, Williams Shareholder and Technical Director with Lance Stroll, Williams and his Father Lawrence Stroll
Lance Stroll, Williams
Lance Stroll, Williams
Lance Stroll, Williams FW40
Lance Stroll, Williams
Carregar reprodutor de áudio

Antes de dar início à sua segunda temporada completa na F1, Lance Stroll garantiu que atingiu um nível de pilotagem “completamente diferente” em relação àquele com que iniciou sua passagem pela categoria.

Em 2017, o canadense enfrentou grandes dificuldades ao longo de todo o campeonato. O começo foi especialmente difícil, quando apresentou déficit significativo em relação ao seu companheiro de equipe na Williams, Felipe Massa.

Stroll afirmou que progrediu ao longo do ano, de modo que se sente muito mais bem preparado para a categoria.

“Acho que, ao longo do ano, evoluí dramaticamente como piloto. Eu aprendi muito, ganhei muita experiência ao competir no nível mais alto, contra os melhores pilotos do mundo”, disse o canadense, segundo o site Crash.net.

“Você vivencia todo tipo de emoção diferente, com adversidade, e até experimentei ir ao pódio e largar na primeira fila.”

“Isso me ensinou muito sobre ser um piloto de corridas, viajando o mundo e correndo em todos esses circuitos diferentes, contra os melhores pilotos do mundo.”

“Tive de aprender e me adaptar mais do que nunca, porque há muito o que fazer na F1. É preciso dominar muita coisa enquanto piloto. Isso exige perfeição para chegar em um fim de semana e ter um resultado decente.”

“Definitivamente sinto que, em comparação a onde estive em Melbourne [2017], sou um piloto completamente diferente”, completou.

Em 2018, Stroll continuará na Williams e terá o russo Sergey Sirotkin como companheiro de equipe. 

compartilhar
comentários
Renault: Clientes da F1 2018 serão "de alta manutenção"
Artigo anterior

Renault: Clientes da F1 2018 serão "de alta manutenção"

Próximo artigo

Whiting: Assen precisa de pequenas mudanças para receber F1

Whiting: Assen precisa de pequenas mudanças para receber F1
Carregar comentários