VÍDEO: Como é a rotina de uma equipe no fim de semana de F1? Conheça tudo com a Aston Martin

Escuderia britânica compartilhou seu dia a dia em um GP no YouTube e revelou detalhes como a montagem da garagem e atividades dos funcionários

VÍDEO: Como é a rotina de uma equipe no fim de semana de F1? Conheça tudo com a Aston Martin
Carregar reprodutor de áudio

A Aston Martin nos mostrará como uma equipe de Fórmula 1 organiza e monta todos os equipamentos de garagem e pit wall em um fim de semana de corrida. A categoria terá o calendário mais longo de sua história na temporada de 2022, com um total de 23 GPs ao redor do mundo, e isso será um grande desafio para as equipes.

Leia também:

Os trabalhadores de cada grupo viajarão para diferentes partes do planeta e terão que transportar milhares de toneladas de material todas as semanas, então é muito interessante ver como eles fazem isso.

Confira o vídeo da Aston Martin no YouTube e os detalhes do conteúdo em texto:

Em que dia as equipes chegam ao circuito em um fim de semana de Fórmula 1?

Durante a quarta-feira, um dia antes do início das coletivas de imprensa de cada evento, os funcionários montam a garagem, incluindo eletricidade, luzes, ar condicionado e elementos do carro para que esteja operacional a partir do momento em que a equipe aterrissar no circuito .

Algumas, como a Aston Martin - que permitiu que os fãs descobrissem através de seu canal no YouTube como é todo o processo - têm cinco barcos para transportar o material de uma corrida para outra ao redor do globo. O trabalho mais difícil é preparar os componentes que ficam logo acima do carro dentro da garagem, que são os que transmitem as informações entre a máquina e o time.

Uma tarefa importante é manter limpa a área onde a mecânica está. Tudo é cuidado ao detalhe, até o próprio carro é limpo antes de entrar na pista.

Como as equipes se organizam em cada GP?

Algo que também é um pouco desconhecido para o público em geral é a forma como a equipe é gerenciada, pois alguns membros pulam alguns GPs e viajam diretamente para o próximo para começar a trabalhar na montagem das garagens. Também não é incomum que eles retornem à fábrica, geralmente no Reino Unido, antes de voltar ao avião.

Nas escuderias há uma pessoa sob o cargo de coordenador, que é responsável por dirigir o processo de montagem, indicando aos seus trabalhadores a posição dos elementos que irão utilizar nos pit stops, os pneus, e que o material chegue a tempo dos navios.

Alguns funcionários entram na pista na terça-feira anterior a cada consulta, ou seja, cinco dias antes da corrida propriamente dita, e deixam tudo pronto para a chegada dos pilotos. O coordenador, uma vez terminado o seu trabalho, começa a preparar a viagem de volta à fábrica caso precise de retorno, ou a ida ao próximo circuito.

Quantas atividades os funcionários de cada equipe de Fórmula 1 realizam?

A temporada de 2021 foi um desafio para as equipes, pois visitaram alguns locais onde não tinham ido anteriormente, ou seja, não conheciam as dimensões do paddock e do edifício dos boxes nesses lugares. Isso se repetirá em 2022 em Miami, a única cidade das 23 que ainda não foram.

Esses funcionários também são responsáveis ​​por outras atividades depois de desembalar o material, como verificar os pneus, dar partida no motor ou reabastecer o carro ao retornar à garagem após uma sessão. As próprias escuderias reconhecem que é vital que seus trabalhadores sejam multitarefa, porque há um número limitado de pessoas permitidas no paddock.

Na quarta-feira, enquanto alguns fazem os retoques finais dentro das garagens, um integrante se dedica a pintar com spray as linhas que servem de referência aos pilotos para os pit stops, e isso é feito manualmente com pintura stencil.

Quinta-feira é dia de verificações técnicas e os mecânicos deslocam os carros para a garagem da FIA para passar em todos os testes que homologam o carro para o fim de semana. Os pilotos participam de coletivas de imprensa e atendem à mídia, mas também visitam os boxes para verificar como está o trabalho, alguns até entram no cockpit para se certificar de que tudo está em seu devido lugar.

 

Uma pessoa que é exemplo das muitas atividades que os funcionários realizam é ​ Jack Partridge, o técnico de garagem da Aston Martin, que além de verificar se todo o material para as paradas está localizado corretamente, também é responsável pela roda dianteira direita do carro no momento do pit stop.

Entre os componentes que os mecânicos mais utilizam, e os mais vistos nas transmissões de televisão, estão o macaco que levanta o carro do chão e as pistolas que desapertam a porca do aro, mas também devem ser limpos e lubrificados para que nada falhe no momento crucial.

O pit wall dos engenheiros é um lugar chave para tomar decisões que se refletem na pista, e geralmente são montadas às quartas ou quintas-feiras, dependendo do GP, e leva cerca de três ou quatro horas para ficar pronto, embora seja simples desmontá-lo no domingo, feito em cerca de 40 minutos.

Os funcionários verificam se os monitores estão funcionando perfeitamente assim que são ligados para que tudo esteja pronto e os engenheiros fazerem seu trabalho com os pilotos.

 

Como é o domingo para uma equipe após o termino da corrida?

No domingo de manhã, é realizada uma reunião para organizar a coleta do material, onde estão o coordenador, os dois chefes mecânicos e o diretor da garagem. Essa não é uma tarefa fácil, pois alguns componentes, como refrigeradores, são transportados para o grid de largada e não podem ser devolvidos ao seu lugar até que o 'semáforo' se apague.

Na quarta-feira, chegam todas as cadeiras que as equipes usam para os mecânicos tomarem seus assentos durante a corrida, e elas são retiradas no domingo, quando os carros fazem a volta de instalação no grid, além dos pneus serem colocados atrás deles para que as paradas sejam feitas de forma mais rápida.

Assim que o GP termina, os funcionários começam a colocar todo o material em grandes contêineres para que eles possam viajar por mar ou por avião até o próximo compromisso. Neles, as equipes numeram as peças para saber exatamente para onde vai cada item.

No evento seguinte, começa tudo de novo e as escuderias seguem nessa rotina até o fim da temporada.

Editor revela BASTIDORES da cobertura ESPECIAL no GP DE SÃO PAULO: "Band ABRAÇOU a F1"

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #156 - Mariana Becker traz bastidores de Verstappen x Hamilton na F1 2021

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Após confirmar entrada na Fórmula E, Maserati não considera retorno à F1 no momento
Artigo anterior

Após confirmar entrada na Fórmula E, Maserati não considera retorno à F1 no momento

Próximo artigo

F1: Pérez "se sente ótimo" fazendo parte da "intensa" Red Bull e sonha com título em 2022

F1: Pérez "se sente ótimo" fazendo parte da "intensa" Red Bull e sonha com título em 2022