VÍDEO: Vettel e sua "memória de elefante" em concurso da Fórmula 1

Programa da categoria no Youtube desafiou pilotos a falarem todos os campeões da história e alemão gabaritou

VÍDEO: Vettel e sua "memória de elefante" em concurso da Fórmula 1

Sebastian Vettel mais uma vez demonstrou seu amplo conhecimento da história da Fórmula 1 respondendo a uma pergunta complicada de memória e sem ajuda. As redes sociais foram agitadas por um dos últimos tweets da categoria com o tetracampeão mundial e piloto da Aston Martin.

O alemão tem grande popularidade entre os fãs por suas ações de protesto longe das câmeras, que geralmente são trazidas à luz por alguém curioso, como na vez em que ajudou a recolher o lixo das arquibancadas após o GP da Grã-Bretanha, e pela forma como se expressa sobre vários temas.

Leia também:

Na ocasião, a F1, em seu programa Grill The Grid (um quiz entre os pilotos no canal no Youtube da categoria), perguntou a Vettel o quanto ele poderia voltar no tempo para dizer o campeão mundial de cada temporada, do mais recente ao mais antigo. A resposta do tetra deixou a maioria dos fãs de automobilismo sem palavras.

Ele citou nada mais e nada menos que todos e cada um dos campeões dos 70 anos de história da categoria, só com a memória, sem falhar em nenhum e dificilmente levando pouco mais de dois minutos.

 

Na final do concurso também estavam Daniel Ricciardo, George Russell e Max Verstappen. O australiano respondeu incorretamente em 1987, o britânico errou em 1986 e o holandês em 1982.

Por sua vez, Fernando Alonso, que falhou em 1993, terminou em sexto na classificação geral e Carlos Sainz conseguiu acertar todos até 1992 para ficar com o sétimo posto.

Na verdade, Ricciardo já avisou quando cometeu seu equívoco que Vettel seria o único a ganhar: "Tenho certeza que Seb sabe disso, ele é um pouco estranho."

"Até leva o meu nome! O segundo troféu do ano, espero que venham mais", comentou o alemão ao receber o prêmio no GP da Hungria. "Quero dedicar isso ao time (risos). Tem sido divertido. Bem, obrigado a todos, ou... bem, agradeço a mim mesmo por ter vencido, imagino (risos)."

O tetracampeão foi este ano para a Aston Martin após se despedir da Ferrari em um mau 2020. Ele, agora, está à frente de seu companheiro de equipe, Lance Stroll, e obteve o segundo pódio do ano na Hungria, mas foi desqualificado devido a seu carro não ter o litro de combustível obrigatório depois da corrida, apesar do apelo da escuderia britânica.

No momento, ele está na 12ª posição do campeonato, oito pontos atrás de Alonso em 11º, e esteve três das sete vezes entre os dez primeiros, enquanto abandonou em três outras provas e foi excluído do referido GP em Budapeste.

EXCLUSIVO: BURTI rompe silêncio sobre F1: Hamilton é MAIS LIMPO que campeões como SENNA e SCHUMACHER

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: A primeira metade do campeonato da F1 foi a mais incrível dos últimos anos?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
ANÁLISE: Entenda, em números, o progresso da Ferrari em 2021

Artigo anterior

ANÁLISE: Entenda, em números, o progresso da Ferrari em 2021

Próximo artigo

EXCLUSIVO: Burti rompe silêncio sobre F1: Hamilton é mais limpo que campeões como Senna e Schumacher

EXCLUSIVO: Burti rompe silêncio sobre F1: Hamilton é mais limpo que campeões como Senna e Schumacher
Carregar comentários