Fórmula 1
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
7 dias

Williams: Limite em túnel de vento fará F1 mais competitiva

compartilhar
comentários
Williams: Limite em túnel de vento fará F1 mais competitiva
Por:
19 de jul de 2016 12:58

Diretor-técnico da equipe de Grove acredita que redução de testes fará distâncias entre times diminuírem no ano que vem

Pat Symonds, Williams Chief Technical Officer
Valtteri Bottas, Williams FW38
Pascal Wehrlein, Mercedes AMG F1 W05 Hybrid Test Driver
McLaren MP4-31 front wing
Esteban Ocon, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid Test Driver
Sette Camara, Scuderia Toro Rosso STR11

Para Pat Symonds, diretor-técnico da equipe Williams, as restrições impostas pela FIA na utilização de túneis de vento irão favorecer à competição a partir da próxima temporada, quando o campeonato passará por uma grande mudança técnica.

Ele diz que isso irá prevenir domínios de times.

"O que você tem que lembrar é que o que mudou nos últimos anos na aerodinâmica é que cada equipe só pode fazer 65 testes por semana no túnel de vento", disse Symonds.

"Agora, se você voltar para a última grande mudança, em 2009, o túnel de vento era liberado. Algumas equipes usavam dois túneis de vento – como a Toyota. Dois túneis de vento todos os dias da semana. Isso é bastante coisa, esse é um grande diferencial.”

"Quando nós mudamos em 2014, podíamos fazer 80 testes por semana no túnel de vento. Agora só podemos fazer 65 testes. Por isso, há uma equalização acontecendo.”

"Sim, você ainda tem que escolher seus 65 testes bem. Você tem que fazer as coisas corretamente, mas não permite um desenvolvimento de fuga que tínhamos sete anos atrás."

Carros bonitos

Embora Symonds seja cético sobre o fato de a nova geração de carros mais rápidos oferecer oportunidades de ultrapassagem, ele acredita que o apelo visual será melhor.

"Eu gosto. Eu gosto da aparência dos carros e todo esse tipo de coisa", disse ele. "Eu acho que tecnicamente vai ser bastante interessante. Eu gosto de mudança.”

"Se é o que o esporte precisa ou não, não acho que vá fazer muito pela dinâmica das corridas."

Próximo artigo
Seleção de pneus para Alemanha tem Ferrari com os mais macios

Artigo anterior

Seleção de pneus para Alemanha tem Ferrari com os mais macios

Próximo artigo

Nasr cita expectativa por nova asa traseira na Hungria

Nasr cita expectativa por nova asa traseira na Hungria
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Jonathan Noble