Fórmula 1
06 mai
Próximo evento em
58 dias
20 mai
Próximo evento em
72 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
86 dias
10 jun
Próximo evento em
93 dias
24 jun
Próximo evento em
107 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
114 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
128 dias
29 jul
Próximo evento em
142 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
170 dias
02 set
Próximo evento em
177 dias
09 set
Próximo evento em
184 dias
23 set
Próximo evento em
198 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
205 dias
07 out
Próximo evento em
212 dias
21 out
Próximo evento em
226 dias
28 out
Próximo evento em
233 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
269 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
278 dias

Williams se defende de erro na chuva: “Vettel teve 15 segundos a mais”

Chefe de Performance da equipe, Rob Smedley diz que time deu azar com a chegada da chuva em Silverstone.

compartilhar
comentários
Williams se defende de erro na chuva: “Vettel teve 15 segundos a mais”
Felipe Massa, Williams FW37
Felipe Massa, Williams FW37 no início da corrida
Felipe Massa, Williams FW37
Felipe Massa, Williams FW37 llidera a prova para Valtteri Bottas, Williams FW37 e Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Felipe Massa, Williams FW37
Valtteri Bottas, Williams FW37 à frente de Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W06
Felipe Massa, Williams FW37 à frente do companheiro de equipe Valtteri Bottas, Williams FW37, Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06, e Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W06

Saindo de Silverstone sem pódio apesar de ter um carro melhor que o da Ferrari, a Williams deve seu mau resultado a pequenos erros estratégicos. No início, o time disse para Valtteri Bottas não atacar Felipe Massa, que vinha mais lento à frente. Para o Chefe de Performance da escuderia, Rob Smedley, foi uma decisão que evitou que as Mercedes ultrapassassem os dois pilotos.

"Eles estão livres para competir, desde que não se segurem", disse Smedley.

Para ele não era o ideal competir pelo primeiro lugar naquela ocasião , já que as Mercedes poderiam atacar. "Estávamos ficando para as Mercedes, e nós não queríamos isso. Depois de algumas voltas, quando tudo já tinha se acalmado, falamos 'estamos bem, vocês estão livres para brigar de novo'.”

Ele ainda disse que a Williams não tinha como saber que a volta 43, quando pararam Lewis Hamilton e Sebastian Vettel, era o melhor momento para trocar os pneus slicks pelos intermediários.

"O setor de meio da volta no momento que Lewis parou estava ficando muito mais rápido", disse Smedley.

"A chuva estava caindo na área de saída do pit e na reta dos boxes. Sebastian teve 15 segundos a mais para tomar essa decisão. Nossos carros já estavam após a entrada pit, portanto tivemos que fazer mais uma volta.”

"Foi muito decepcionante, claro. Infelizmente, com as posições que nossos carros estavam na pista, fizemos as paradas uma volta mais tarde."

Smedley ainda ratificou que a Williams está feliz com o desempenho apresentado neste fim de semana. “Foi positivo. Foi o primeiro fim de semana desde o início da temporada que claramente fomos mais rápidos que nossa concorrente mais próxima, a Ferrari.”

"Fomos mais rápidos na classificação e tivemos a vantagem em ritmo de corrida no seco, foi positivo. Estávamos claramente com o segundo carro mais rápido."

Massa rebate críticas: “deixar Bottas passar não era o certo”

Artigo anterior

Massa rebate críticas: “deixar Bottas passar não era o certo”

Próximo artigo

Red Bull nega que esteja interessada em aliança com Aston Martin

Red Bull nega que esteja interessada em aliança com Aston Martin
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Localização Silverstone
Pilotos Felipe Massa , Valtteri Bottas
Equipes Williams
Autor Gabriel Lima