Felix da Costa diz que piloto pagante não tem espaço na F-E

compartilhar
comentários
Felix da Costa diz que piloto pagante não tem espaço na F-E
Por:
13 de set de 2016 18:49

Português diz que qualidade do grid é a maior atração da Fórmula E e insiste que pilotos pagantes não vão prosperar na categoria

Vencedor Antonio Felix da Costa, Amlin Aguri
Robin Frijns, Amlin Andretti Formula E Team
Robin Frijns, Amlin Andretti
Helmet of Antonio Felix da Costa, Amlin Andretti Formula E Team
Robin Frijns, Amlin Andretti Formula E Team
Antonio Felix da Costa, Amlin Andretti Formula E Team
Antonio Felix da Costa, Amlin Andretti Formula E Team and Sam Bird, DS Virgin Racing
Antonio Felix da Costa, Amlin Andretti Formula E Team

Antonio Felix da Costa compete na Fórmula E desde seu início, ganhando a etapa de Buenos Aires em 2015. O piloto português falou sobre o crescimento da categoria que vai entrar em seu terceiro ano em outubro, ao Motorsport.com.

"É impressionante quão grande a categoria se tornou em um curto espaço de tempo. Acho que isso se deve pela qualidade dos pilotos, que é boa", disse.

"Alguns pilotos pagantes tentaram se juntar à categoria, mas a F-E é uma série que, no momento, um piloto pagante passa despercebido. Você precisa do talento para ser rápido, os carros são difíceis de guiar, as pistas são difíceis também."

"Não é como na GP2, em que você vai para Abu Dhabi e pode se aproveitar dos erros dos outros. Não acontece isso na Fórmula E."

"Isso é uma coisa muito boa para a categoria, dá muita credibilidade. Acho que tem que ficar assim por muito tempo e, desta forma, atraindo mais fãs."

Rivalidade saudável com Frijns

Tendo participado das duas primeiras temporadas pela Aguri, Felix da Costa assinou com a Andretti para a terceira temporada, e terá a parceria de Robin Frijns.

"O objetivo é ajudar uns aos outros", disse. "Eu acredito que ele será mais forte em algumas áreas, creio que vou ser mais forte em outras áreas. Mas há uma coisa que nós dois temos que ter: fair play."

"Tive outros companheiros no passado que quando eu os vencia, eles simplesmente paravam de falar comigo."

"Acho que vai ser uma rivalidade muito saudável e nós dois queremos a mesma coisa e olhando para a frente."

Próximo artigo
Em apresentação oficial, Jaguar confirma dupla Carroll/Evans

Artigo anterior

Em apresentação oficial, Jaguar confirma dupla Carroll/Evans

Próximo artigo

Galeria: di Grassi pilota Fórmula E no gelo da Groelândia

Galeria: di Grassi pilota Fórmula E no gelo da Groelândia
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Pilotos Antonio Felix da Costa , Robin Frijns
Autor Valentin Khorounzhiy