F-E: McLaren anuncia acordo com Nissan para fornecimento de trens de força em estreia na categoria

Equipe britânica fará estreia no campeonato que contará com nova geração de carros

F-E: McLaren anuncia acordo com Nissan para fornecimento de trens de força em estreia na categoria
Carregar reprodutor de áudio

A equipe de Fórmula E da McLaren assinou um acordo com a Nissan para usar os motores do fabricante japonês durante todo o ciclo de regras do Gen3, a partir da temporada 2022-2023.

Após o anúncio de que compraria a equipe Mercedes, a McLaren está se preparando para sua primeira temporada na Fórmula E, à medida que a equipe britânica expande seu portfólio de automobilismo.

Leia também:

Há muito se esperava que a equipe se unisse à Nissan, e as duas equipes formalizaram sua colaboração na Fórmula E, já que a Nissan se torna fornecedora de outra equipe pela primeira vez.

A Nissan entrou na Fórmula E para a temporada 2018-2019, substituindo a Renault em sua parceria com a equipe francesa, e.dams.

No início deste ano, a Nissan comprou e.dams diretamente para garantir que tivesse controle total sobre o lado da fabricação e a equipe de corrida.

“A Nissan provou seu conhecimento, habilidade e compromisso nas últimas quatro temporadas na Fórmula E e, chegando à era Gen3, temos plena confiança de que a colaboração trará muito sucesso para ambas as partes”, disse o chefe da equipe McLaren, Zak Brown.

“Esta será uma verdadeira parceria que impulsionará tanto o desempenho da equipe quanto o desenvolvimento da tecnologia do trem de força da Nissan Fórmula E.”

Maximilian Gunther, Nissan e.dams, Nissan IM03

Maximilian Gunther, Nissan e.dams, Nissan IM03

Photo by: Sam Bloxham / Motorsport Images

O chefe da Nissan na Fórmula E, Tommaso Volpe, acrescentou: "Na Nissan, estamos na Fórmula E não apenas para correr, mas também para mostrar a uma gama diversificada de espectadores o quão impressionantes, poderosos e eficientes são nossos veículos elétricos.

“Nossa colaboração com a McLaren nos dará ainda mais oportunidades para acelerar o desenvolvimento de nossa tecnologia e mostrá-la aos fãs de todo o mundo”.

A McLaren ainda não anunciou sua formação de pilotos ou parceiros comerciais para sua primeira temporada na Fórmula E, mas fontes indicaram ao Motorsport.com que ela receberá apoio do Fundo de Investimento Público da Arábia Saudita, anunciando a cidade planejada de Neom.

Em suas operações automotivas, a Nissan expandiu suas vendas de veículos elétricos e, por meio de sua visão Nissan Ambition 2030, pretende estender sua gama de produtos para 23 modelos eletrificados - com 50% de suas vendas projetadas para veículos elétricos.

“Nossa nova parceria com a McLaren Racing será poderosa, pois a associação inspirará colaboração e compartilhamento de conhecimento”, disse Ashwani Gupta, COO da Nissan.

“O espírito pioneiro e o desejo de inovar são características que a Nissan e a McLaren Racing compartilham, tornando-os um parceiro ideal para nós na Fórmula E e à medida que continuamos a eletrificar nossos veículos”.

BASTIDORES no Canadá tiveram XILIQUE “TEATRAL”, ACUSAÇÕES e polícia com CÃES FAREJADORES na RBR

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #183 - O que Alonso poderia fazer hoje em carro de ponta da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

compartilhar
comentários
Fórmula E: Veja a situação do Mundial após o ePrix de Jacarta
Artigo anterior

Fórmula E: Veja a situação do Mundial após o ePrix de Jacarta

Próximo artigo

F-E: Lotterer deixa Porsche no fim da temporada para correr pela montadora no WEC

F-E: Lotterer deixa Porsche no fim da temporada para correr pela montadora no WEC