Mercedes deve abandonar Fórmula E antes de próxima geração

Em informação apurada pelo Motorsport.com, chefe de automobilismo da montadora, Toto Wolff, deu "pistas" sobre saída da categoria

Mercedes deve abandonar Fórmula E antes de próxima geração

A Mercedes parece prestes a deixar a Fórmula E e deve comunicar oficialmente sua decisão de saída nos próximos dias, segundo informações apuradas pelo Motorsport.com. Isso aconteceu depois que a equipe assinou uma opção adiada para começar o desenvolvimento do carro para as novas regras Gen3, mas ainda não se comprometeu oficialmente com os regulamentos.

A montadora emitiu um comunicado após prolongar o seu registro, destacando que pretendia "esclarecimentos" sobre "detalhes importantes relativos à estrutura da série". No entanto, agora espera-se que o time se retire da categoria, após uma decisão da diretoria da Daimler.

Leia também:

O chefe de automobilismo da Mercedes, Toto Wolff, confirmou à mídia selecionada, incluindo o Motorsport.com, que "uma decisão foi tomada" em relação à Gen3.

Ele disse: "Se a marca fosse embora, o que não dissemos, então, é claro, você precisa trabalhar em estratégias alternativas. Estamos no esporte não só porque gostamos de competir e andar em círculos, mas é principalmente uma plataforma de marketing e comunicação. E por isso, como tudo o que fazemos, estamos em constante avaliação quanto aos benefícios à Mercedes-Benz."

"Além do, digamos, valor de marketing que gera, trata-se de transferência de tecnologia e essas duas coisas precisam andar juntas. É por isso que tudo é avaliado permanentemente, isso realmente ainda está contribuindo para onde vemos a marca?", acrescentou.

Stoffel Vandoorne, Mercedes-Benz EQ, EQ Silver Arrow 02

Stoffel Vandoorne, Mercedes-Benz EQ, EQ Silver Arrow 02

Photo by: Sam Bloxham / Motorsport Images

Essa saída iminente ocorre apesar do planejamento da Mercedes de lançar uma variante elétrica de cada modelo de carro de estrada de 2025 em diante.

Wolff continuou: "Independente do que decidirmos, nunca é 100% que queremos estar fora disso porque não gostamos mais. Nós amamos."

Ele também confirmou que o chefe da equipe na Fórmula E foi informado da decisão.

No entanto, especulações de paddock sugerem que há espaço para o time permanecer sob o que se pensa ser uma entrada privada liderada por Wolff com um carro que continuará com um trem de força Mercedes.

Enquanto brincava sobre uma escuderia "Toto Racing", ele reconheceu a enxurrada de contratações técnicas, incluindo o ex-engenheiro de Nico Rosberg, Tony Ross, e o ex-diretor técnico da Renault na Fórmula 1, Nick Chester, e o desejo de mantê-los a bordo.

"Temos uma equipe totalmente funcional, da qual podemos nos orgulhar em uma série que é muito divertida", disse o chefe. Também temos um certo grau de responsabilidade com a equipe e a divisão."

Este anúncio chega no final da segunda temporada da Mercedes na categoria, tendo entrado no campeonato em capacidade de trabalho em 2019-20, após um ano sob a bandeira da HWA Racelab. Seu piloto Nyck de Vries lidera o campeonato com três pontos antes da final.

O fim de semana do ePrix de Berlim também marca as últimas corridas para Audi e BMW, com as fabricantes alemães anunciando durante os testes de pré-temporada que também abandonariam a Fórmula E.

MAX WILSON vê colaboração "MARAVILHOSA" de BAND no automobilismo, com F1 "até no PROGRAMA DO NETO"

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual piloto merece uma segunda chance na F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
VÍDEO: Forte acidente na largada interrompe corrida final da Fórmula E
Artigo anterior

VÍDEO: Forte acidente na largada interrompe corrida final da Fórmula E

Próximo artigo

Nyck de Vries é 8º e conquista título da Fórmula E; Nato vence em Berlim

Nyck de Vries é 8º e conquista título da Fórmula E; Nato vence em Berlim
Carregar comentários