Para Lotterer, Fórmula E é "mais filosofia do que esporte"

Andre Lotterer, piloto da Audi no Mundial de Endurance, revelou que não tem interesse em pilotar um carro da categoria de carros elétricos por acreditar que trata-se mais de uma filosofia e menos de um esporte

Para Lotterer, Fórmula E é "mais filosofia do que esporte"
Lucas di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport
Lucas di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport
#7 Audi Sport Team Joest Audi R18: Marcel Fässler, Andre Lotterer
Third place #7 Audi Sport Team Joest Audi R18: Marcel Fässler, Andre Lotterer
Lucas di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport
Lucas di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport

Andre Lotterer viu a Fórmula E de perto e não foi fisgado pela categoria de carros elétricos, que já está se preparando para a terceira temporada. Ao acompanhar a rodada final em Londres, prestigiando os companheiros de Audi no Mundial de Endurance, Lucas di Grassi e Loic Duval.

Lotterer revelou que, mesmo com as disputas intensas dentro da pista, ele não se sentiu tentado a experimentar a categoria no futuro. "A velocidade dos carros não impressiona tanto, isso é algo que todos sabem. Para ser honesto, no entanto, a disputa nas corridas é boa", disse o alemão ao Motorsport.com.

O piloto da Audi no WEC, entretanto, ficou desapontado com a falta de publicidade para a categoria em Londres, palco da final. “Era um final de semana cheio de eventos, a pista era apertada e a competição entre os pilotos interessante. Mas fiquei surpreso por estar em Londres e não ver informações nas ruas sobre a corrida da F-E", afirmou.

“Os dois motoristas de Über que me levaram até o local da prova não sabiam o que estava acontecendo lá. Isso me surpreendeu, eu esperava que houvesse mais entusiasmo com a prova. Mas não vi um grande público em Londres", acrescentou.

Questionado se haveria interesse em pilotar um carro da F-E, o germânico não demonstrou muito interesse. "Não creio que o ponto seja a pilotagem, é mais fazer parte das corridas do futuro. Não me parece um carro empolgante de se pilotar. Não é um esporte, é algo político - se você deseja se envolver neste nível... não é possível comparar com outra categoria. É mais filosofia do que esporte", ressaltou.

Tendência para o futuro

Lotterer reconheceu que a tendência de carros elétricos nas ruas para o futuro fará com que a F-E seja cada vez mais atrativa nos próximos anos. "Se você pensar no futuro, creio que as fabricantes vão precisar cada vez mais de campeonatos como este - infelizmente, pois prefiro pilotar os carros híbridos do WEC, que oferecem os dois mundos", disse.

“Creio que chegaremos no dia em que as fabricantes de carros precisarão justificar os orçamentos destinados ao esporte a motor. A F-E chamou minha atenção mais do ponto de vista político do que esportivo. Pode ser que no futuro talvez eu acabe na F-E. Mas ainda é muito cedo para pensar nisso", completou.

compartilhar
comentários
Spark continua como fornecedora de carros da Fórmula E

Artigo anterior

Spark continua como fornecedora de carros da Fórmula E

Próximo artigo

Vergne quebra recorde de Donington; di Grassi faz 3° tempo

Vergne quebra recorde de Donington; di Grassi faz 3° tempo
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Pilotos Andre Lotterer
Autor Jamie Klein