Vandoorne analisa possível ida de "especial" Alonso à Red Bull ou Mercedes; belga projeta ePrix de São Paulo da F-E

Piloto da DS Penske concedeu entrevista exclusiva ao Motorsport.com

Fernando Alonso, McLaren, with Stoffel Vandoorne, McLaren

Glenn Dunbar / Motorsport Images

Competindo pela sexta temporada seguida na Fórmula E, o ex-Fórmula 1 Stoffel Vandoorne desembarcou no Brasil para o ePrix de São Paulo que acontece neste sábado, no Sambódromo do Anhembi. Mas além disso, o ano do belga também inclui o papel de reserva da Aston Martin na F1.

Leia também:

Dividindo função com o brasileiro Felipe Drugovich desde 2023 na equipe de Lawrence Stroll enquanto faz o calendário completo da F-E, o piloto da DS Penske está tendo a oportunidade de trabalhar novamente com Fernando Alonso - a primeira vez aconteceu na McLaren entre 2017 e 2018 -, que está no centro dos rumores do mercado de F1 com conversas apontando possível ida do espanhol à Mercedes no lugar de Lewis Hamilton. Ou, então, Red Bull, numa eventual saída de Max Verstappen

Questionado pelo Motorsport.com sobre o protagonismo do bicampeão mundial nas especulações de mercado na categoria máxima, com Alonso ligado a Flechas de Prata e 'RBR', Vandoorne respondeu: "Fernando é especial. Vive o automobilismo e ainda está muito motivado".

"É também por isso que ele ainda está atuando neste nível muito alto, porque tudo o que ele faz é feito pelo automobilismo e pelo desempenho. Enquanto tiver essa motivação para dedicar toda a sua vida a isso, pode continuar por um tempo", seguiu Stoffel, reafirmando a longevidade do ex-companheiro.

Quinta colocada no campeonato de construtores da F1 2024 até o momento, a Aston Martin vive um início de temporada menos arrasador em comparação ao ano passado. E o belga revelou um pouco dos objetivos do time inglês ao longo das 24 corridas neste ano.

Stoffel Vandoorne, DS Penske, in the garage

Stoffel Vandoorne, DS Penske, in the garage

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

"Todo mundo está otimista. Algumas classificações talvez tenham superado um pouco as expectativas da equipe e o carro (AMR24) parece ter desempenho muito bom no quali. Parece um pouco mais difícil durante as corridas neste ano, em comparação com o ano passado, quando foi o 'contrário', digamos."

"Obviamente, há um novo conceito no carro e acho que isso dará mais oportunidades de desenvolver o carro ao longo da temporada. É isso que temos que analisar, a direção em que devemos desenvolver o carro para torná-lo adequado para todas as pistas e para todas as condições", completou sobre a F1.

Pole position no Brasil na corrida do ano passado da Fórmula E, Vandoorne traçou o que espera para a classificação neste fim de semana visto que a grande maioria do grid já conhece como funciona a pista e o que é melhor para chegar ao pódio e eventualmente conseguir a vitória. 

"Estou animado para ver como será aqui em São Paulo, uma das corridas mais difíceis em gestão de energia. Ano passado me classifiquei na pole, acho que podemos repetir o mesmo este ano, mas precisaremos de tudo perfeito para fazer isso. Porém, aqui é uma daquelas corridas em que não é necessariamente importante está na ponta. Contudo, todos estão muito melhor preparados este ano, a classificação vai ser muito acirrada. Com a experiência que temos agora deveremos ser capazes de realizar uma corrida muito melhor em comparação com 2023, portanto, será bastante caótico e dinâmico." 

O dia em que HORNER E MARKO CONVOCARAM RICO PENTEADO para conversa que mostrou a relação dos CHEFÕES

Confira o episódio de estreia do Pódio Cast, o novo podcast sobre motociclismo!

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast #273 - Quem está fazendo 'hora-extra' na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior ePrix de São Paulo de Fórmula E: Confira horários e como ver a etapa brasileira, no Sambódromo do Anhembi
Próximo artigo Dupla da Jaguar analisa resistência dos fãs à Fórmula E e nega 'rixa' com F1

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil