Indy Indy 500

Indy: Kanaan vai para "tudo ou nada" com McLaren na despedida das 500 Milhas de Indianápolis

Piloto brasileiro revelou ainda aposta inusitada com engenheiros por ter passado para o domingo da classificação para a prova

Tony Kanaan, Arrow McLaren Chevrolet

Aos 48 anos, Tony Kanaan disputa neste fim de semana sua 22ª e última 500 Milhas de Indianápolis, retornando à principal prova do calendário da Indy em uma participação especial com a McLaren após o terceiro lugar em 2022 com a Chip Ganassi. Segundo o brasileiro, sua abordagem à prova deste domingo será de "tudo ou nada".

Kanaan possui uma vitória nas 500 Milhas, com a KV Racing Technology, em 2013, além do título da Indy em 2004 com a Andretti Green Racing. O brasileiro larga no próximo domingo na oitava posição após uma classificação dramática no último fim de semana.

Leia também:

"Foi uma montanha russa de emoções", disse. "Foi uma das minhas melhores classificações no sábado, o que é incrível, uma coincidência, deixando o melhor para o final. Mas fomos bem o dia todo. Disse que não estava feliz, queria dar alguma emoção ao povo. Ou eu passaria ou não voltaria para os boxes com quatro rodas. E deu certo".

"É tudo ou nada. No fim do dia, se acontecer alguma coisa ruim, Zak [Brown, CEO da McLaren Racing] não pode me demitir, porque acabou para mim de qualquer jeito".

Tony Kanaan, Arrow McLaren Chevrolet

Tony Kanaan, Arrow McLaren Chevrolet

Photo by: Geoffrey M. Miller / Motorsport Images

Kanaan revelou que fez uma aposta com seus engenheiros: se chegasse ao segundo dia da classificação (domingo, da disputa pela pole), ele andaria pelos boxes da Gasoline Alley vestindo apenas uma cueca. 

"Antes da minha saída para a última tentativa no sábado, eu estava na sala com os engenheiros e disse: 'Se eu entrar no top 12, ando por aqui vestindo apenas uma cueca. Então eles me obrigaram a fazer isso. Eu apareci, abri a porta da sala e todos ficaram doidos. Mas né, uma aposta é uma aposta".

Kanaan disse que não mudará a abordagem em sua largada final em relação às 21 anteriores.

"Essa é uma corrida que todos queremos vencer. Vou dar o máximo de mim, e se for suficiente para vencer, ótimo. Se não, provavelmente pela primeira vez não ficarei triste, porque não vou pensar que tenho que ir melhor no próximo ano".

"Vou tentar curtir com todos os meus amigos, minha família e meus fãs".

ASTON MARTIN-HONDA CONFIRMADA na F1 2026: Detalhes, como RBR/Mercedes são IMPACTADAS e fator ALONSO

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #231: Diante das broncas de Verstappen e Hamilton, a F1 está perdendo DNA?

 

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Rahal é anunciado como substituto de Wilson nas 500 Milhas; confira o grid de largada completo
Próximo artigo Indy: Sato é o mais rápido no Carb Day, treino final das 500 Milhas de Indianápolis; Kanaan é 11º

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil