Aston Martin voltará à disputa da classe principal de Le Mans com carro idealizado por Newey, o Valkyrie

Veja imagens do hipercarro concebido em parceria por mago da Red Bull e gigante britânica do setor automotivo; Motorsport.com traz mais detalhes do projeto

Aston Martin Valkyrie

A Aston Martin fará sua primeira tentativa de disputar as 24 Horas de Le Mans na classe principal desde 2011 em 2025 com o Valkyrie Le Mans Hypercar, cujo projeto teve a participação do mago da Red Bull Adrian Newey, operado pela equipe Heart of Racing.

O editor recomenda:

A vencedora de Le Mans em 1959 confirmou os planos revelados pelo Motorsport.com no mês passado para reviver o projeto Valkyrie LMH (Le Mans Hypercar), desativado em 2020, para uma empreitada dupla, tanto no Campeonato Mundial de Endurance (WEC, em inglês) e na IMSA.

A marca anunciou o programa para a partir de 2025 nesta quarta-feira no Aston Martin Racing Technology Campus em Silverstone, que engloba a nova sede da equipe de Fórmula 1 da Aston Martin.

A Heart of Racing, que tem parceria com a Aston Martin na IMSA desde 2020 e no WEC desde o início deste ano, operará pelo menos um Valkyrie nas classes principais, Hypercar (WEC) e GTP (IMSA).

Uma campanha ampliada com o Valkyrie com motor V12, possivelmente incluindo dois carros inscritos para Le Mans, não foi descartada. Com tudo isso, a Aston se tornou a primeira fabricante com um LMH a se comprometer na disputa LMDh, ou seja, tanto na elite do WEC quanto do IMSA.

Lawrence Stroll, presidente executivo da Aston Martin Lagonda, disse: "O desempenho é a força vital de tudo o que fazemos na Aston Martin, e o automobilismo é a expressão máxima dessa busca pela excelência".

"Estivemos presentes em Le Mans desde os primeiros dias e, por meio desses gloriosos esforços, conseguimos vencer Le Mans em 1959 e em nossa classe (GT) 19 vezes nos últimos 95 anos. Agora, voltamos ao local dos primeiros triunfos com o objetivo de escrever uma nova história com um protótipo de corrida inspirado no carro de produção mais rápido que a Aston Martin já construiu."

Aston Martin Valkyrie

Aston Martin Valkyrie

Foto de: Aston Martin

Representante da equipe Heart of Racing, Ian James, acrescentou que é "um privilégio poder trazer a Aston Martin de volta ao topo das corridas de resistência". A Aston Martin ressuscitou o Valkyrie LMH depois de três anos do projeto em segundo plano.

O projeto de levar o Valkyrie idealizado por Adrian Newey para Le Mans a partir de 2021 foi anunciado durante a semana do evento francês em 2019, quando a Aston Martin era parceira da Red Bull na F1, antes da fabricante ter um time na categoria. A empreitada de endurance, porém, foi arquivada no fevereiro seguinte, logo no começo de 2020. No entanto, o plano foi revivido de uma forma ligeiramente diferente.

A Aston, então, planejou originalmente tirar proveito das regras que permitem que uma montadora desenvolva um carro LMH a partir da base de um superesportivo de rua. Mas o Valkyrie definitivo será desenvolvido como um protótipo 'puro', como os rivais de Toyota, Ferrari e Peugeot na LMH.

Isso se deve ao fato de que o ponto de partida para o projeto de Le Mans mais recente é o Valkyrie AMR Pro, o mais moderno veículo para track-day, desenvolvido a partir do projeto original LMH.

Aston Martin Valkyrie

Aston Martin Valkyrie

Foto de: Aston Martin

Adam Carter, o novo chefe de endurance da Aston Martin, disse ao Motorsport.com: "O AMR Pro é essencialmente um protótipo de Le Mans que alguém pode comprar e usar como carro de pista - é um carro de corrida de 1.000 cv e 1.000 kg com desempenho de LMP1".

"Conseguimos desenvolver o Valkyrie de acordo com o subconjunto de regras de protótipos porque o novo carro de corrida é baseado no AMR Pro, o que oferece várias oportunidades", completou.

O novo Valkyrie LMH será um carro não-híbrido, com a potência oriunda exclusivamente de uma versão de corrida do motor V12 de 6,5 litros desenvolvido sob medida para o carro de rua Valkyrie.

O programa será conduzido a partir da nova divisão Aston Martin Performance Technologies, localizada em Silverstone, em estrutura conjunta à fábrica nova de F1. A Multimatic Motorsports, que desenvolveu o LMH original e o AMR Pro, continuará sendo uma parceira importante.

A Aston disse que o AMR Pro permitirá uma plataforma para testes iniciais, com um carro mais definitivo, segundo ele, que provavelmente chegará à pista "no início do próximo ano", de acordo com Carter.

A homologação do Valkyrie LMH está marcada para o final do outono do próximo ano, antes da estreia na corrida de abertura da temporada 2025 nas 24 Horas de Daytona da IMSA, no mês de janeiro.

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #250 – Andretti é aprovada pela FIA para F1. E agora?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Le Mans: Em prova acidentada, Negrão lidera, mas termina em 9º na França
Próximo artigo F1: Alonso coloca condição para voltar a correr em Le Mans; confira

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil