Morbidelli fala de amizade com Rossi: "difícil explicar"

Ítalo-brasileiro se diz ansioso para andar com mentor na MotoGP, mas é realista: “acho que não vou vê-lo muito na pista”

Morbidelli fala de amizade com Rossi: "difícil explicar"
Novo macacão Franco Morbidelli
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Novo macacão Franco Morbidelli
Franco Morbidelli, Marc VDS
Coletiva Franco Morbidelli
Franco Morbidelli
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Carregar reprodutor de áudio

Membro da academia de pilotos de Valentino Rossi, Franco Morbidelli é um dos vários pilotos italianos que treinam com a lenda da MotoGP entre as corridas em seu rancho, na cidade italiana de Tavullia.

Amigos de Valentino, os pilotos desfrutam da vasta experiência do piloto de 38 anos, que os auxilia a melhorar cada vez. De ida para a MotoGP em 2018, Franco Morbidelli será o primeiro dos pupilos a andar com o ‘Doutor’ na MotoGP.

No Brasil, Franco falou de sua relação com Rossi e disse que o modo de Valentino lidar com as corridas é positivo.

“Conhecer o Vale foi muito importante para a minha carreira", falou.

"Tive a oportunidade de aprender muitas coisas dele. Conheci ele com 13 anos, e comecei a treinar com ele a partir daí. Desde então aprendi muito com ele, muito do que eu sei vem dele."

"Só de estar com Vale é uma sensação muito boa, porque ele tem uma grande energia. É difícil de explicar. Ele sempre está feliz, sempre está alegre e sempre tenta manter as coisas assim. Isso é algo que eu tentei aprender dele, sempre deixar as coisas alegres."

No entanto, Morbidelli é realista. Ele sabe que será difícil de disputar corridas com seu tutor no primeiro ano, no qual terá que lidar com adaptação além dos poucos recursos da Marc VDS, uma equipe satélite.

"Acho que não vou vê-lo muito na pista e lutar com ele no ano que vem, vai ser difícil", disse ele sem preder o bom humor.

"Mas espero que um dia, se Deus quiser, eu consiga lutar com ele na MotoGP. A gente já luta bastante no rancho treinando e vai ser mais legal ainda ver isso no circuito."

"Quando a gente luta na pista, dá para ver que ele é o melhor piloto do mundo. Batê-lo é algo incrível. É um treino muito bacana e muito bom para todos nós (da academia)."

compartilhar
comentários
No Brasil, Morbidelli fala de grande fase e “medo” da MotoGP
Artigo anterior

No Brasil, Morbidelli fala de grande fase e “medo” da MotoGP

Próximo artigo

Ex-MotoGP, Yonny Hernandez deixa equipe na Moto2

Ex-MotoGP, Yonny Hernandez deixa equipe na Moto2