Após oposição da Ducati, MotoGP adianta introdução de novo formato já para 2023; veja o que muda

Mudança no formato do fim de semana foi um pedido dos pilotos para a Dorna Sports, dando às equipes pelo menos uma sessão exclusiva de testes

Start Sprint Race

Gold and Goose / Motorsport Images

Inicialmente prevista para 2024, a Comissão de Grandes Prêmios da FIM aprovou nesta segunda-feira o adiantamento da introdução do novo formato de fins de semana da MotoGP, válido já a partir do GP da Grã-Bretanha no começo de agosto.

A temporada 2023 da MotoGP trouxe a maior mudança no formato de fim de semana de sua história, graças à introdução das corridas sprint. Isso levou à redução de uma sessão de treinos livres.

Leia também:

A mudança fez com que os grupos da classificação passassem a ser determinados pela combinação dos resultados do TL1 e do TL2 da sexta-feira, já que o TL3 do sábado passa a assumir a função que era do TL4.

Essa novidade aumentou drasticamente a importância das sessões de sexta-feira, mas o modelo recebeu críticas dos pilotos desde o primeiro dia, destacando preocupações com segurança já que os finais da sessões viraram mini classificações.

Durante o GP da Holanda, o Motorsport.com revelou que uma mudança havia sido aprovada para 2024, determinando que os grupos da classificação seriam determinados única e exclusivamente pelos resultados do TL2.

Porém, na segunda-feira, a Federação Internacional de Motociclismo divulgou um comunicado revelando que, após a reunião da CGP, um "acordo unânime" das equipes fez com que essa mudança fosse introduzida com efeito imediato. Isso também levou a uma mudança na nomenclatura das sessões.

Aleix Espargaro, Aprilia Racing Team

Aleix Espargaro, Aprilia Racing Team

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

O primeiro treino da sexta-feira ainda será chamado de TL1, enquanto a segunda, a que determina os grupos da classificação, será chamada apenas de TL. A terceira sessão, que acontece logo antes do quali, será conhecida como TL2.

A ideia inicial era introduzir o modelo no GP da Grã-Bretanha, entre 04 e 06 de agosto, a pedido dos pilotos, mas o projeto foi rejeitado após a reunião da Associação de Montadoras em Assen. Das cinco marcas, a Ducati se opôs à solicitação.

Isso levou a duras críticas de Aleix Espargaró, da Aprilia: "Todos os pilotos pediam essa mudança para tornar o TL1 'livre'. Mas parece que a Ducati discorda. Eles votaram contra isso. Pedimos essa mudança por segurança e não por competitividade, para evitarmos acidentes no TL1, para nos estressarmos apenas nos 15 minutos finais do TL2".

"Mas parece que eles não gostaram da ideia. Parece estranho porque seus pilotos eram à favor dessa mudança, podem acreditar. Mas os chefes da Ducati não. Então vamos seguir com isso até o fim do ano".

Porém, segundo apurado o Motorsport.com, a Ducati mudou seu posicionamento após uma discussão com a Dorna Sports antes da reunião da CGP".

Ricciardo de volta à F1 e de Vries demitido! Red Bull injusta? O que será de Pérez?

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate impacto do 'ressurgimento' da McLaren na F1 2023

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior MotoGP pode retornar com concessões para ajudar Honda e Yamaha a superarem crise
Próximo artigo MotoGP: Com Rins em recuperação, Honda escala Lecuona para correr pela LCR em Silverstone

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil