Bautista: Momento de chance na Ducati é “irônico”

Espanhol acha curioso que primeira oportunidade na Ducati seja justamente em pior pista e com saída da MotoGP consumada

Bautista: Momento de chance na Ducati é “irônico”

Álvaro Bautista diz que é "irônico" que sua primeira chance na Ducati na MotoGP tenha chegado depois que anunciou sua saída do campeonato para a temporada de 2019.

Bautista corre na MotoGP desde 2010, e pilotou para Suzuki, Honda e Aprilia antes de se juntar à equipe da Aspar Ducati no ano passado. Ele é o 12º na classificação deste ano com três corridas pela frente.

O piloto de 33 anos não conseguiu garantir um lugar no grid para 2019 depois de perder a vaga na SIC Yamaha para o piloto da Moto2, Fabio Quartararo, mas ele seguirá na Ducati no Mundial de Superbike.

Neste final de semana, Bautista foi chamado para substituir o lesionado Jorge Lorenzo em Phillip Island.

"É irônico que hoje eu seja um piloto oficial da Ducati e em 2019 eu não esteja aqui", disse ele. "Mas o que eu fizer não vai mudar nada para o próximo ano."

Bautista, que pilota uma moto de 2017 na equipe Angel Nieto, fará sua estreia na Ducati GP18 em Phillip Island, uma das pistas mais fracas para o time.

"Esta oportunidade vem no pior circuito possível para a Ducati", admitiu ele. "No momento não quero esperar nada.”

"Subi na moto do Jorge ontem e é muito diferente da minha, por isso começaremos com coisas básicas. No meu caso, o tanque é mais estreito que o meu. O Jorge pilota muito com a parte de baixo do corpo e eu com os braços.”

"Olhe para Jorge e Andrea Dovizioso e você vê que eles pilotam de forma diferente. O que está claro é que a Ducati que eu terei é mais rápida nas retas."

Bautista acrescentou que está cada vez mais empolgado com a sua temporada de 2019 na WSBK, já que ele e Chaz Davies têm a tarefa de transformar a nova moto V4 Panigale da Ducati em vencedora.

"Minha situação não é confortável, mas estou calmo. Sei que tenho que me concentrar no meu trabalho", disse ele.

"Estou feliz por ser piloto oficial na WSBK e cada vez que penso nisso fico mais e mais entusiasmado, porque a Ducati fez um grande esforço neste projeto."

compartilhar
comentários
Rossi: Márquez não tem nada a provar saindo da Honda
Artigo anterior

Rossi: Márquez não tem nada a provar saindo da Honda

Próximo artigo

Viñales revela reunião pouco amistosa com Yamaha após Motegi

Viñales revela reunião pouco amistosa com Yamaha após Motegi
Carregar comentários