Dono de equipe da MotoGP é hospitalizado com Covid-19

Fausto Gresini foi internado no dia 27 de dezembro, após testar positivo para o novo coronavírus antes do Natal

Dono de equipe da MotoGP é hospitalizado com Covid-19

O dono da equipe Gresini, Fausto Gresini, foi hospitalizado com Covid-19 na Itália, depois de adoecer pouco antes do Natal.

Gresini, de 59 anos de idade, testou positivo na semana passada e foi hospitalizado em 27 de dezembro no Sant Maria della Scaletta em Ímola.

No entanto, uma atualização da equipe Gresini diz que ele foi transportado para o hospital Maggiore Carlo Pizzardi, nas proximidades de Bolonha, para uma enfermaria especializada em Covid-19. Sua condição neste momento permanece desconhecida.

Leia também:

Uma breve declaração da equipe Gresini dizia: “Após teste positivo para Covid-19 descoberta pouco antes das férias de Natal, Fausto Gresini - depois de um período inicial de isolamento em casa - foi hospitalizado em 27 de dezembro no hospital Santa Maria della Scaletta em Ímola.”

“O chefe da Gresini Racing foi transportado hoje para o hospital Maggiore Carlo Alberto Pizzardi, em Bolonha, em uma enfermaria mais especializada para o atendimento da Covid-19.”

“As condições de Fausto são monitoradas constantemente. Mais atualizações virão.”

A Gresini recebe atualmente a entrada oficial da Aprilia na MotoGP, tendo unido forças para o regresso da marca à categoria rainha em 2015.

Essa parceria continuará em 2021, embora a Gresini tenha anunciado no início de dezembro que a unidade se tornaria independente novamente a partir de 2022, com a Aprilia definida para ser uma equipe de fábrica independente.

Apesar dos esforços da MotoGP em 2020 para impedir a propagação do vírus dentro de seu paddock, vários membros de alto perfil foram forçados a faltar a corridas devido à doença entre os eventos.

O piloto da Pramac, Jorge Martin, esteve ausente da rodada dupla de Misano na Moto2 depois de se ter tornado no primeiro piloto a testar positivo, com o nove vezes campeão do mundo, Valentino Rossi, forçado a abandonar as etapas de Aragón.

O chefe da Yamaha, Massimo Meregalli, teve que se ausentar das corridas de Valência depois de um dos membros de Maverick Vinales ter testado positivo para o vírus, com vários outros ausentes dos GPs da França e Aragón após teste positivo dentro da bolha.

Apesar da situação do vírus aumentar novamente em toda a Europa, a MotoGP ainda está em curso para chegar ao primeiro teste de pré-temporada de 2021 na Malásia no final de fevereiro, enquanto os organizadores da categoria trabalham em um plano com o governo local para contornar o período de quarentena obrigatório para viajantes.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

EXCLUSIVA COM LECLERC: Saiba como admiração de pai de piloto por Senna influenciou estrela da F1

PODCAST: Quem ou quais foram os maiores fiascos da F1 em 2020?

 

compartilhar
comentários
Dorna não abrirá exceções para terceira moto da Honda caso Márquez volte; entenda

Artigo anterior

Dorna não abrirá exceções para terceira moto da Honda caso Márquez volte; entenda

Próximo artigo

MotoGP trabalha para realizar testes de Sepang sem quarentena

MotoGP trabalha para realizar testes de Sepang sem quarentena
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Equipes Aprilia Racing Team Gresini
Autor Lewis Duncan