MotoGP
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
Canceled
15 out
Evento encerrado
16 out
Evento encerrado
23 out
Evento encerrado
R
GP da Austrália
23 out
Canceled
R
GP da Malásia
29 out
Canceled
R
GP da Europa
06 nov
Próximo evento em
10 dias
R
GP de Valência
13 nov
Próximo evento em
17 dias
R
GP de Portugal
20 nov
Próximo evento em
24 dias

Honda anuncia que Márquez pode retornar apenas em 2021, por conta de recuperação lenta após fratura no braço

compartilhar
comentários
Honda anuncia que Márquez pode retornar apenas em 2021, por conta de recuperação lenta após fratura no braço
Por:

Previsão mais otimista permitiria que o hexacampeão competisse nas últimas três etapas. Disputa pelo título está fora de cogitação

A Honda anunciou neste sábado que o campeão mundial de MotoGP Marc Márquez vai permanecer fora de ação por mais dois ou três meses devido a recuperação do braço direito, quebrado em um acidente no início da temporada. Com isso, o hexacampeão pode retornar apenas em 2021 e mesmo que volte para as últimas etapas, está fora da disputa pelo título.

Leia também:

 

Depois de quebrar o braço em um acidente durante a etapa de Jerez da MotoGP, no mês passado, Márquez foi submetido a uma cirurgia como parte de uma corajosa tentativa de recuperação rápida, resultando em uma tentativa de retorno já na segunda rodada, menos de uma semana depois no mesmo circuito espanhol.

Apesar de completar FP3 e FP4 no GP da Andaluzia, Márquez desistiu de competir devido a um inchaço no braço e era esperado que retornasse à ação no GP da República Tcheca.

No entanto, a placa colocada em seu braço havia sido danificada pelo estresse durante sua tentativa de voltar para o campeonato e quebrou quando o espanhol tentou abrir uma janela em sua casa na Espanha.

Isso exigiu outra operação para colocar uma nova placa, o que o tirou do GP da República Tcheca e da rodada dupla na Áustria.

Esperava-se então que Marquez voltasse para o GP de San Marino, em setembro, para a primeira das duas corridas de Misano. No entanto, a recuperação do braço direito tem sido muito mais lenta do que o previsto após a segunda operação. Por isso, a Honda confirmou que Marquez ficará de fora por pelo menos mais dois meses.

“Muito se falou sobre a recuperação do Marc e os vários prazos, mas desde o primeiro dia após a segunda operação dissemos que o único objetivo que existe é que ele esteja 100%”, disse Alberto Puig, chefe da equipe Honda.

“Não queremos ter pressa. Assim que Marc estiver em posição de retornar e competir no nível adequado, vamos pensar sobre o próximo objetivo".

Embora suas chances de um sétimo título da categoria rainha fossem mínimas, com Márquez atualmente 67 pontos atrás do líder, esta ausência prolongada põe fim a qualquer esperança de uma disputa pelo título em 2020.

O piloto de testes da Honda, Stefan Bradl, que substituiu Marquez em Brno e na Áustria, vai continuar a substituir o hexacampeão ao lado do seu irmão Alex Marquez na equipe de fábrica da marca japonesa.

Se o tempo de recuperação de Márquez se estender por apenas dois meses, há chances de que ele possa voltar à Honda para as provas de Valência e Portugal, em novembro.

No entanto, devido à natureza comprimida da temporada, atrasada do coronavírus, existe a possibilidade de Marquez não correr novamente este ano e só retornar em 2021.

VÍDEO: Veja a verdade sobre o início da treta de Nelson Piquet e imprensa

PODCAST: O que resta para Massa no automobilismo após sair se sua equipe na F-E?

 

Em meio a mistério sobre duplas, Ducati confirma Bagnaia e Zarco para temporada 2021 da MotoGP; entenda

Artigo anterior

Em meio a mistério sobre duplas, Ducati confirma Bagnaia e Zarco para temporada 2021 da MotoGP; entenda

Próximo artigo

Zarco detona comissários por punição: “Não confio, não são as pessoas adequadas"

Zarco detona comissários por punição: “Não confio, não são as pessoas adequadas"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Marc Marquez
Equipes Repsol Honda Team
Autor Oriol Puigdemont