MotoGP
R
GP do Catar
05 mar
-
08 mar
Próximo evento em
47 dias
R
GP da Tailândia
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
61 dias
R
GP das Américas
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
75 dias
R
GP da Argentina
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
89 dias
R
GP da Espanha
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
103 dias
R
GP da França
14 mai
-
17 mai
Próximo evento em
117 dias
R
GP da Itália
28 mai
-
31 mai
Próximo evento em
131 dias
R
GP da Catalunha
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
138 dias
R
GP da Alemanha
18 jun
-
21 jun
Próximo evento em
152 dias
R
GP da Holanda
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
159 dias
R
GP da Finlândia
09 jul
-
12 jul
Próximo evento em
173 dias
R
GP da República Tcheca
06 ago
-
09 ago
Próximo evento em
201 dias
R
GP da Áustria
13 ago
-
16 ago
Próximo evento em
208 dias
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
222 dias
R
GP de San Marino
10 set
-
13 set
Próximo evento em
236 dias
R
GP de Aragón
01 out
-
04 out
Próximo evento em
257 dias
R
GP do Japão
15 out
-
18 out
Próximo evento em
271 dias
R
GP da Austrália
23 out
-
25 out
Próximo evento em
279 dias
R
GP da Malásia
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
285 dias
R
GP de Valência
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
299 dias

Lorenzo: 'Acidente destruiu o bom fim de semana que esperávamos'

compartilhar
comentários
Lorenzo: 'Acidente destruiu o bom fim de semana que esperávamos'
Por:
Co-autor: Oriol Puigdemont
12 de mar de 2019 18:29

"Pequenas doses de má sorte tiraram nosso real potencial", disse o espanhol após estreia pela Honda na temporada 2019 da MotoGP

Novo piloto da Honda para este ano, Jorge Lorenzo ficou na 13ª posição no GP do Catar, que abriu a temporada 2019 da MotoGP neste domingo. Depois de fazer o segundo tempo no primeiro treino livre em Losail, o espanhol sofreu duas quedas fortes, que prejudicaram sua preparação para a corrida. 

O tricampeão atribuiu o resultado da prova ao azar: "Pequenas doses de má sorte tiraram nosso real potencial. O grande acidente no sábado destruiu o bom fim de semana que esperávamos".

Leia também:


Apesar do ritmo forte na primeira sessão, Lorenzo acabou ficando fora do top 10 no treino noturno de sexta-feira. Mas as coisas pioraram no sábado de manhã, quando o espanhol sofreu um forte acidente no na curva 6 durante o TL3. O piloto da Honda ainda foi para o treino classificatório, mas caiu novamente, desta vez na curva 2, no Q1.

“Depois do acidente, nunca fomos tão rápidos quanto no primeiro dia. Sem a queda, eu estaria no Q2, provavelmente na segunda ou na terceira fila, muito mais na frente, e tudo mudaria”.

Jorge Lorenzo, Repsol Honda Team

Jorge Lorenzo, Repsol Honda Team

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Lorenzo se classificou para a corrida em 15º. No começo do GP, problemas de embreagem demoveram o espanhol à 20º posição, mas o tricampeão ainda conseguiu chegar em 13º para marcar três pontos.

“Tivemos problemas com a embreagem, especialmente no giro de aquecimento e nas primeiras três ou quatro voltas, quando a embreagem ia em falso. Eu precisava desacelerar em algumas partes rápidas da pista para não queimar a embreagem. Fui para 20º e ficou mais difícil recuperar”.

Condição física

Por outro lado, Lorenzo disse que a experiência no Qatar o deixou convencido de que resultados fortes podem vir em fins de semana sem incidentes. “Na Argentina, vou ter mais experiência com a moto e espero que, sem problemas com a embreagem e com uma ergonomia melhor, possa ainda fazer algumas modificações. Se eu não tiver azar, os resultados virão em breve”.

O espanhol, porém, ainda precisa se recuperar fisicamente. "Com certeza a Argentina será muito melhor para o meu pulso e o resto do corpo", disse ele, que se recupera de uma lesão no pulso contraída durante a intertemporada.

Outro motivo de preocupação é o ombro, afetado no Catar: “Eu preciso fazer algumas verificações no ombro, porque sinto um pouco em alguns movimentos. Mas esperamos que seja apenas o grande impacto do acidente e que nada esteja quebrado”.

Em um post no Twitter nesta terça-feira, Lorenzo disse que sofreu uma pequena fratura na primeira costela direita, que deve levar um mês para cicatrizar, mas não afetará seus planos de competir na Argentina.

 
Próximo artigo
Crutchlow: Pódio no Catar foi um 'sonho' depois de lesão no tornozelo

Artigo anterior

Crutchlow: Pódio no Catar foi um 'sonho' depois de lesão no tornozelo

Próximo artigo

Apelação contra vitória da Ducati terá resultado antes do GP da Argentina

Apelação contra vitória da Ducati terá resultado antes do GP da Argentina
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Jorge Lorenzo Compre Agora
Equipes Repsol Honda Team
Autor Jamie Klein