Márquez: cirurgia foi "mais difícil" do que o esperado

Atual campeão da MotoGP admitiu que não estará em perfeitas condições no primeiro teste de pré-temporada de 2019, em Sepang

Márquez: cirurgia foi "mais difícil" do que o esperado

As inúmeras quedas de Marc Márquez nos últimos anos cobraram um grande preço ao piloto espanhol pentacampeão da MotoGP. Ele limitou sua participação durante os testes pós-temporada e, consequentemente, passou por uma cirurgia em dezembro para resolver o problema no ombro.

Enquanto o plano inicial era para ele estar completamente curado em meados de janeiro, Márquez disse que a cirurgia foi "mais agressiva e mais difícil" do que o previsto, e que o tempo de recuperação foi estimado em três a quatro meses.

No entanto, ele ainda pretende estar totalmente pronto para a abertura da temporada no Catar, que acontecerá no dia 10 de março.

"Obviamente, o ombro não será 100% para o teste de Sepang, mas meu objetivo é tentar estar 100% ou o mais próximo possível do GP do Catar", disse Márquez.

"A cirurgia foi mais agressiva e mais difícil do que esperávamos.”

"Passei quatro horas dentro da sala de cirurgia porque era mais complicado do que o esperado, até mesmo para os médicos.”

"Mas, de qualquer forma, eles disseram que o mínimo será de três, quatro meses, mas eu estou trabalhando bastante. Já há um mês e meio, o progresso está indo bem, então isso é o mais importante.”

"Como o ombro estará em Sepang eu não sei, ainda tenho duas semanas e agora todos os dias eu sinto alguma melhora, cada dia está indo cada vez melhor, mas é claro que a condição física será talvez o mais difícil, porque é um dos circuitos mais difíceis [fisicamente]."

É a segunda vez na carreira de Márquez que ele tem que começar uma temporada da MotoGP lesionado, pois quebrou a perna em um acidente no primeiro teste de pré-temporada em 2014.

Naquele ano, Márquez venceu as primeiras 10 corridas da temporada, conquistando o título com facilidade.

Mas o pentacampeão da MotoGP insiste que está em uma situação diferente.

"2014 foi uma pré-temporada difícil também porque fiz o primeiro teste e depois me lesionei e fiquei um mês e meio [fora] e fui direto para a primeira corrida, mas depois a temporada foi a melhor para mim.”

"De qualquer forma, eu acho que isso é completamente diferente, foi uma grande cirurgia, grande lesão no ombro, é algo que eu lutei durante todo o ano passado mas agora já me sinto melhor.”

"Estamos trabalhando da melhor maneira possível para estar 100%, mas acho que será importante começar devagar, porque não quero isso novamente.”

"Eu não quero mais um pequeno acidente e estar novamente na mesma situação, então eu preciso ser paciente."

compartilhar
comentários
Márquez: Temos que ganhar o rótulo de “Dream Team” na pista

Artigo anterior

Márquez: Temos que ganhar o rótulo de “Dream Team” na pista

Próximo artigo

MotoGP aposenta número #69 de Nicky Hayden

MotoGP aposenta número #69 de Nicky Hayden
Carregar comentários