MotoGP: Avintia despede mecânico que falsificou resultado da Covid-19

O funcionário foi suspenso ainda do acesso ao paddock da categoria até pelo menos o final de 2021 pela International Race Teams 'Association (IRTA)

MotoGP: Avintia despede mecânico que falsificou resultado da Covid-19
Carregar reprodutor de áudio

A Avintia anunciou que despediu um membro da sua equipe que falsificou o resultado de um teste PCR para obter acesso ao paddock da MotoGP.

A categoria rainha da motovelocidade opera atualmente uma política estrita de bolha em seu paddock para combater a propagação da Covid-19, com cada membro sendo obrigado a apresentar resultados negativos de teste PCR antes de entrar em um circuito.

Leia também:

Na terça-feira, soube-se que um mecânico da Avintia falsificou um resultado de teste do laboratório Quiron, na Espanha, na segunda-feira antes do GP da Emilia Romagna, que acontecerá neste fim de semana, em Misano.

Uma vez descoberto, o mecânico foi suspenso do acesso ao paddock da MotoGP até pelo menos o final de 2021 pela International Race Teams 'Association (IRTA).

Esta punição pode ser estendida se a IRTA desejar, enquanto a Avintia divulgou seu próprio comunicado na noite de terça-feira, confirmando que demitiu o membro da equipe.

“Nós da Avintia Esponsorama Racing mostramos a nossa total conformidade com todas as medidas tomadas pela Dorna e IRTA que, bem como a nossa política de equipe e código de conduta a que todos os seus membros aderem, incluindo mecânicos, técnicos, familiares, patrocinadores, ou qualquer outra pessoa próxima da equipe, somos obrigados a tomar medidas disciplinares específicas e encerrar todas as relações com o membro da nossa equipe, que ontem, graças ao grande trabalho que está sendo feito pela Dorna e IRTA, falsificou sem sucesso um teste PCR para obter o acesso ao paddock do circuito de Misano para o próximo GP”, começou o comunicado.

“Sendo a equipe indirectamente responsável por assumir todos os custos derivados das medidas excepcionais dos protocolos da Covid-19 a todos os seus trabalhadores, com este tipo de ações sabemos que pretendiam obter o seu próprio benefício pondo em risco o resto do as pessoas que compõem a equipe e o campeonato."

Enea Bastianini, Esponsorama Racing

Enea Bastianini, Esponsorama Racing

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

“Esses comportamentos prejudicam não só a imagem da equipe, mas também do resto do paddock e do campeonato como um todo."

“Gostaríamos de esclarecer que é da responsabilidade de cada membro da equipe registrar o seu acesso e teste de PCR para a organização, em uma plataforma online para cada circuito de acordo com as directrizes que, por motivos da Covid-19, se encontram em vigor para acesso ao paddock."

“A Avintia Esponsorama Racing gostaria de pedir desculpas e agradecer a Dorna e a IRTA por todos os esforços feitos para manter todos no paddock da MotoGP seguros, permitindo que o campeonato funcione corretamente.”

Isto lançou uma sombra sobre o regresso de Avintia a Misano neste final de semana, com a equipe esperando por grandes feitos depois de Enea Bastianini ter conquistado um sensacional pódio inaugural com a sua Ducati de dois anos no mês passado, no GP de San Marino.

A Avintia vai deixar a MotoGP no final do ano, com os slots do grid a serem assumidos pela VR46 de Valentino Rossi.

Bastianini irá para a Gresini em 2022 ao lado de Fabio Di Giannantonio, a bordo de uma Ducati.

BASTIDORES DA F1: Produtora da Band, JU CERASOLI fala sobre cobertura do canal e conta seus 'CAUSOS'

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #138 – Red Bull não sabe o que fazer contra Mercedes após GP da Turquia?

 

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
MotoGP: Correndo pela última vez na Itália, Rossi diz que Misano será especial e espera que fãs se divirtam
Artigo anterior

MotoGP: Correndo pela última vez na Itália, Rossi diz que Misano será especial e espera que fãs se divirtam

Próximo artigo

Quartararo mudará abordagem em últimas corridas da MotoGP para garantir título

Quartararo mudará abordagem em últimas corridas da MotoGP para garantir título