MotoGP: Bagnaia faz a pole para o GP da Holanda em Assen; líder, Quartararo é 2º

Principal categoria da motovelocidade mundial realiza a 11ª e última etapa antes da pausa de verão

MotoGP: Bagnaia faz a pole para o GP da Holanda em Assen; líder, Quartararo é 2º
Carregar reprodutor de áudio

A MotoGP definiu neste sábado o grid de largada para o GP da Holanda, última etapa antes da pausa de verão. E na sessão de classificação na Catedral da Velocidade em Assen, nem a chuva impediu a ação. No final, deu Ducati. A pole ficou com Francesco Bagnaia, tendo Fabio Quartararo e Jorge Martín ao seu lado na primeira fila.

Completam os doze primeiros do grid do domingo:  Marco Bezzecchi, Aleix Espargaró, Jack Miller, Johann Zarco, Miguel Oliveira, Álex Rins, Brad Binder, Maverick Viñales e Takaaki Nakagami.

Leia também:
 

Q1

Assim que o cronômetro iniciou a regressiva de 15 minutos, 14 dos 15 pilotos foram rapidamente à pista para a primeira saída. Participaram dessa primeira parte do treino: Joan Mir, Fabio Di Giannantonio, Franco Morbidelli, Brad Binder, Miguel Oliviera, Luca Marini, Enea Bastianini, Lorenzo Savadori, Andrea Dovizioso, Álex Márquez, Remy Gardner, Stefan Bradl, Raúl Fernández e Darryn Binder.

Pol Espargaró acabou desistindo de sua participação no GP no começo deste sábado. O espanhol da equipe oficial da Honda chegou a Assen com fortes dores nas costelas devido ao forte acidente sofrido no TL1 da semana passada no Sachsenring. Ele chegou a iniciar o fim de semana, mas a dor inclusive atrapalhava sua respiração. Após uma noite de tratamento, a equipe anunciou sua saída.

 

Os problemas começaram assim que a regressiva foi iniciada. Bastianini saiu lento dos boxes e acabou parando com a moto logo na saída do pitlane. O italiano deixou sua Ducati para trás e voltou correndo aos boxes para buscar a reserva, conseguindo sair novamente a nove minutos do fim.

A chuva que era prevista para o fim do Q1 chegou antes mesmo da metade, com os pilotos voltando aos boxes para colocar pneus de pista molhada.

Mir foi o responsável pela primeira queda da sessão, perdendo o controle da Suzuki no meio da curva 5. O campeão de 2020 ficou brevemente preso embaixo da moto, mas conseguiu sair e retomar o caminho.

 

No final, a KTM mostrou suas qualidades sob condições adversas, colocando as duas motos da equipe oficial na ponta. Binder terminou na frente marcando 01min32s485 para garantir a primeira vaga do Q2, tendo ao seu lado Oliveira, com um tempo de 01min32s550.

Veja como ficou o grid de largada entre os pilotos que não passaram para o Q2, de 13º a 24º: Luca Marini, Joan Mir, Fabio DiGiannantonio, Enea Bastianini, Andrea Dovizioso, Stefan Bradl, Remy Gardner, Franco Morbidelli, Álex Márquez, Lorenzo Savadori, Raúl Fernández e Darryn Binder.

Cla # Piloto Moto Tempo Diferença
Q2 33 South Africa Brad Binder KTM 1'32.485  
Q2 88 Portugal Miguel Oliveira KTM 1'32.550 0.065
13 10 Italy Luca Marini Ducati 1'32.787 0.302
14 36 Spain Joan Mir Suzuki 1'32.898 0.413
15 49 Italy Fabio Di Giannantonio Ducati 1'32.912 0.427
16 23 Italy Enea Bastianini Ducati 1'33.005 0.520
17 4 Italy Andrea Dovizioso Yamaha 1'33.009 0.524
18 6 Germany Stefan Bradl Honda 1'33.029 0.544
19 87 Australia Remy Gardner KTM 1'33.093 0.608
20 21 Italy Franco Morbidelli Yamaha 1'33.096 0.611
21 73 Spain Alex Marquez Honda 1'33.113 0.628
22 32 Italy Lorenzo Savadori Aprilia 1'33.467 0.982
23 25 Spain Raul Fernandez KTM 1'33.652 1.167
24 40 South Africa Darryn Binder Yamaha 1'33.998 1.513

Q2

Brad Binder e Miguel Oliveira garantiram o direito de disputar disputar a pole position com os dez melhores nos primeiros treinos livres do final de semana: Aleix Espargaró, Fabio Quartararo, Maverick Viñales, Álex Rins, Takaaki Nakagami, Marco Bezzecchi, Francesco Bagnaia, Jorge Martín, Johann Zarco e Jack Miller.

Próximo à metade, um susto para Quartararo. O campeão perdeu o ponto de frenagem na curva um, mas conseguiu desacelerar a ponto de conseguir passar pela caixa de brita sem sofrer uma queda.

Candidato à pole, Martín foi outro a ir ao chão, perdendo o controle da moto do mesmo modo e no mesmo lugar que Mir, na curva 5. Mas o espanhol conseguiu retornar à pista.

Em um final movimentado, ninguém conseguiu tirar a pole de Francesco Bagnaia. O italiano da Ducati marcou 01min31s504 com cinco minutos ainda no relógio e não saiu mais da ponta. Fabio Quartararo e Jorge Martín completam a primeira fila.

Fecham o top 12: Marco Bezzecchi, Aleix Espargaró, Jack Miller, Johann Zarco, Miguel Oliveira, Álex Rins, Brad Binder, Maverick Viñales e Takaaki Nakagami.

A MotoGP volta à pista no domingo para a disputa do GP da Holanda, 11ª etapa da temporada 2022. A prova está marcada para as 09h, horário de Brasília. A transmissão será na ESPN 4 e no Star+. E no Motorsport.com você acompanha a cobertura completa do final de semana na Catedral da Velocidade em Assen.

Cla # Piloto Moto Tempo Diferença
1 63 Italy Francesco Bagnaia Ducati 1'31.504  
2 20 France Fabio Quartararo Yamaha 1'31.620 0.116
3 89 Spain Jorge Martin Ducati 1'31.708 0.204
4 72 Italy Marco Bezzecchi Ducati 1'31.796 0.292
5 41 Spain Aleix Espargaro Aprilia 1'31.868 0.364
6 43 Australia Jack Miller Ducati 1'32.124 0.620
7 5 France Johann Zarco Ducati 1'32.175 0.671
8 88 Portugal Miguel Oliveira KTM 1'32.272 0.768
9 42 Spain Alex Rins Suzuki 1'32.307 0.803
10 33 South Africa Brad Binder KTM 1'32.367 0.863
11 12 Spain Maverick Viñales Aprilia 1'32.424 0.920
12 30 Japan Takaaki Nakagami Honda 1'32.967 1.463

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #183 - O que Alonso poderia fazer hoje em carro de ponta da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
MotoGP: Rins deve fechar acordo com Honda para correr na LCR em 2023, substituindo Álex Márquez
Artigo anterior

MotoGP: Rins deve fechar acordo com Honda para correr na LCR em 2023, substituindo Álex Márquez

Próximo artigo

MotoGP: Paraplégico há quase 30 anos, Wayne Rainey guia moto do título de 1992 em momento emocionante de Goodwood; veja vídeo

MotoGP: Paraplégico há quase 30 anos, Wayne Rainey guia moto do título de 1992 em momento emocionante de Goodwood; veja vídeo